SME repatria 33 imigrantes ilegais da RDC

  • Efectivos dos Serviço de Migração e Estrangeiros
Mbanza Kongo – Trinta e três cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) foram repatriados, segunda-feira, pelo Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) no município do Soyo, província do Zaire, por entrada e permanência ilegal no território nacional.

São 16 homens e 17 mulheres, recolhidos em diversos bairros periféricos da cidade do Soyo, no âmbito das acções de controlo e fiscalização de estrangeiros em situação migratória irregular, indica um comunicado de imprensa do Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional, enviado, esta terça-feira, à ANGOP, em Mbanza Kongo.

Segundo o documento, o repatriamento ocorreu no posto da fronteira fluvial do Kimbumba, no Soyo.

Ainda no município do Soyo, efectivos da Polícia de Guarda Fronteira apreenderam dois mil e 700 litros de combustível, por presumível contrabando de derivados de petróleo.

A apreensão ocorreu nas redondezas da ilha do Muila-Nsengue, quando dois cidadãos nacionais, a bordo de uma embarcação artesanal, transportavam o produto para a vizinha RDC, onde seria comercializado.

A província angolana do Zaire partilha 310 quilómetros de fronteira com a República Democrática do Congo.

São 16 homens e 17 mulheres, recolhidos em diversos bairros periféricos da cidade do Soyo, no âmbito das acções de controlo e fiscalização de estrangeiros em situação migratória irregular, indica um comunicado de imprensa do Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional, enviado, esta terça-feira, à ANGOP, em Mbanza Kongo.

Segundo o documento, o repatriamento ocorreu no posto da fronteira fluvial do Kimbumba, no Soyo.

Ainda no município do Soyo, efectivos da Polícia de Guarda Fronteira apreenderam dois mil e 700 litros de combustível, por presumível contrabando de derivados de petróleo.

A apreensão ocorreu nas redondezas da ilha do Muila-Nsengue, quando dois cidadãos nacionais, a bordo de uma embarcação artesanal, transportavam o produto para a vizinha RDC, onde seria comercializado.

A província angolana do Zaire partilha 310 quilómetros de fronteira com a República Democrática do Congo.