Covid-19: Síntese Nacional

Luanda – As autoridades sanitárias registaram, até às 19 horas de sexta-feira, 88 novas infecções, 80 pacientes recuperados e um óbito.

O grupo de novos casos integra 75 do sexo masculino e 13 do sexo feminino, na faixa etária de 14 a 66 anos.

Deste grupo, 53 estão na província da Lunda Norte, 15 em Luanda, oito no Huambo, cinco no Cuando Cubango, três em Cabinda, dois no Uíge, um no Moxico e igual número em Malanje.

Dos recuperados, 46 estão  na Huíla, 23 em Luanda, oito em Benguela, dois no Namibe e um Cuanza Sul, com as idades compreendidas entre dois a 61 anos.

Nas últimas horas foram processadas 2.716 amostras por RT-PCR, com uma taxa de positividade de 3,1 por cento.

Nos centros de quarentena institucional não se registou alta e permanecem 322 pessoas. As autoridades vigiam 4.129 pessoas e 371 pacientes encontram-se internados nas diversas unidades sanitárias do país.

A Equipa de Saúde Mental e Intervenção Psico-social assistiu 31 utentes, 71 técnicos de saúde, 27 famílias e 50 pessoas pela Linha de Apoio Psicológico.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 82 chamadas relacionadas com pedidos de informação sobre à Covid-19 e uma denúncia de caso suspeito.

O país contabiliza 15.008 casos positivos, com 342 óbitos, 7.697 recuperados e 6.969 activos. Dos activos, seis são  críticos, 13 graves, 176 moderados, 176 leves e 6.598 assintomáticos.

 

O grupo de novos casos integra 75 do sexo masculino e 13 do sexo feminino, na faixa etária de 14 a 66 anos.

Deste grupo, 53 estão na província da Lunda Norte, 15 em Luanda, oito no Huambo, cinco no Cuando Cubango, três em Cabinda, dois no Uíge, um no Moxico e igual número em Malanje.

Dos recuperados, 46 estão  na Huíla, 23 em Luanda, oito em Benguela, dois no Namibe e um Cuanza Sul, com as idades compreendidas entre dois a 61 anos.

Nas últimas horas foram processadas 2.716 amostras por RT-PCR, com uma taxa de positividade de 3,1 por cento.

Nos centros de quarentena institucional não se registou alta e permanecem 322 pessoas. As autoridades vigiam 4.129 pessoas e 371 pacientes encontram-se internados nas diversas unidades sanitárias do país.

A Equipa de Saúde Mental e Intervenção Psico-social assistiu 31 utentes, 71 técnicos de saúde, 27 famílias e 50 pessoas pela Linha de Apoio Psicológico.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 82 chamadas relacionadas com pedidos de informação sobre à Covid-19 e uma denúncia de caso suspeito.

O país contabiliza 15.008 casos positivos, com 342 óbitos, 7.697 recuperados e 6.969 activos. Dos activos, seis são  críticos, 13 graves, 176 moderados, 176 leves e 6.598 assintomáticos.