Covid-19: Síntese Nacional

Luanda – As autoridades sanitárias reportaram, até às 19 horas desta quinta-feira, 105 recuperados, 42 novas infecções e um óbito.

O óbito foi reportado na província de Luanda, tratando-se de um cidadão de 68 anos que residia na província de Benguela.

Dos recuperados, 60 são de Luanda, 27 no Cunene, 15 em Benguela, dois no Moxico e uma recuperação no Zaire.

Entre os  novos infectados, 28 são homens e 14 mulheres, com idades que variam de dois a 87 anos. Os mesmos foram diagnosticados em Luanda, com  29, um na Lunda Sul, Cabinda, Benguela e Uíge diagnosticaram quatro casos cada.

Os laboratórios processaram 2.509 amostras na base da biologia molecular, com uma taxa de positividade de 1,6 por cento.

Quanto aos testes de diagnóstico rápido antígenio foram feitas 24 testes, das quais uma positiva e 23 negativas com uma taxa diária de 4,2 por cento.

Em quarentena institucional estão 322 pessoas e 85 tiveram alta, sendo 77 no Cuanza Sul, cinco na Lunda Norte, duas no Cuando Cubango e uma no Moxico.

As autoridades controlam sob vigilância epidemiológica 4.202 pessoas e 258 doentes encontram-se internados nos centros de tratamento do país.

A Equipa de Saúde Mental e Intervenção Psico-social assistiu 20 utentes, 41 técnicos de saúde e 176 famílias de utentes.

A Linha de Apoio Psicó-social atendeu 47 pessoas, enquanto o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 44 chamadas relacionadas com pedidos de informação sobre a Covid-19.

Angola soma 15.361 casos positivos, com 352 óbitos, 8.244 recuperados e 6.765 activos. Dos activos, seis estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, seis graves, 98 moderados, 147 com sintomas leves e 6.507 assintomáticos.

O óbito foi reportado na província de Luanda, tratando-se de um cidadão de 68 anos que residia na província de Benguela.

Dos recuperados, 60 são de Luanda, 27 no Cunene, 15 em Benguela, dois no Moxico e uma recuperação no Zaire.

Entre os  novos infectados, 28 são homens e 14 mulheres, com idades que variam de dois a 87 anos. Os mesmos foram diagnosticados em Luanda, com  29, um na Lunda Sul, Cabinda, Benguela e Uíge diagnosticaram quatro casos cada.

Os laboratórios processaram 2.509 amostras na base da biologia molecular, com uma taxa de positividade de 1,6 por cento.

Quanto aos testes de diagnóstico rápido antígenio foram feitas 24 testes, das quais uma positiva e 23 negativas com uma taxa diária de 4,2 por cento.

Em quarentena institucional estão 322 pessoas e 85 tiveram alta, sendo 77 no Cuanza Sul, cinco na Lunda Norte, duas no Cuando Cubango e uma no Moxico.

As autoridades controlam sob vigilância epidemiológica 4.202 pessoas e 258 doentes encontram-se internados nos centros de tratamento do país.

A Equipa de Saúde Mental e Intervenção Psico-social assistiu 20 utentes, 41 técnicos de saúde e 176 famílias de utentes.

A Linha de Apoio Psicó-social atendeu 47 pessoas, enquanto o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 44 chamadas relacionadas com pedidos de informação sobre a Covid-19.

Angola soma 15.361 casos positivos, com 352 óbitos, 8.244 recuperados e 6.765 activos. Dos activos, seis estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, seis graves, 98 moderados, 147 com sintomas leves e 6.507 assintomáticos.