Covid-19: Síntese Nacional

Luanda – Angola anunciou, até às 19 horas desta sexta-feira, 132 novos casos, 55 recuperados e um óbito.

A província de Luanda reportou a morte de um doente de 20 anos de idade.

Dos recuperados, 31 estão em Luanda, 10 em Benguela, oito no Huambo e seis em Malanje.

Dos novos infectados, 83 são homens e 49 são mulheres, na faixa etária de três meses de vida a 71 anos.

Deste grupo, 57 foram diagnosticados em Luanda, 23 no Zaire, 22 no Cuanza Norte, oito no Huambo, sete no Cuanza Sul, cinco no Cuando Cubango, quatro na Lunda Sul, três em Cabinda e Uíge, Benguela e Bié registaram um caso cada.

Os laboratórios processaram 3.229 amostras por RT-PCR, com uma taxa de positividade de 4,0 por cento.

No período em análise, 21 pessoas foram, igualmente, testadas à Covid-19, com teste rápido (antígenos), das quais quatro testaram positivo.

Os centros de quarentena institucionais controlam 323 pessoas e 14 deixaram os centros, sendo nove em Cabinda, três em Benguela, uma alta no Cuando Cubango e igual número no Huambo.

As autoridades sanitárias vigiam 4.279 pessoas.

A Equipa de Saúde Mental e Intervenção Psico-social assistiu 246 famílias de utentes e 69 recorreram a Linha de Apoio Psicó-social.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 50 chamadas relacionadas com pedidos de informação sobre à Covid-19.

Angola contabiliza 15.493 casos positivos, 353 óbitos, 8.299 recuperados e 6.841 activos.

Dos activos, três  estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, oito graves, 99 moderados, 157 com sintomas leves e 6.574 assintomáticos.

A província de Luanda reportou a morte de um doente de 20 anos de idade.

Dos recuperados, 31 estão em Luanda, 10 em Benguela, oito no Huambo e seis em Malanje.

Dos novos infectados, 83 são homens e 49 são mulheres, na faixa etária de três meses de vida a 71 anos.

Deste grupo, 57 foram diagnosticados em Luanda, 23 no Zaire, 22 no Cuanza Norte, oito no Huambo, sete no Cuanza Sul, cinco no Cuando Cubango, quatro na Lunda Sul, três em Cabinda e Uíge, Benguela e Bié registaram um caso cada.

Os laboratórios processaram 3.229 amostras por RT-PCR, com uma taxa de positividade de 4,0 por cento.

No período em análise, 21 pessoas foram, igualmente, testadas à Covid-19, com teste rápido (antígenos), das quais quatro testaram positivo.

Os centros de quarentena institucionais controlam 323 pessoas e 14 deixaram os centros, sendo nove em Cabinda, três em Benguela, uma alta no Cuando Cubango e igual número no Huambo.

As autoridades sanitárias vigiam 4.279 pessoas.

A Equipa de Saúde Mental e Intervenção Psico-social assistiu 246 famílias de utentes e 69 recorreram a Linha de Apoio Psicó-social.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 50 chamadas relacionadas com pedidos de informação sobre à Covid-19.

Angola contabiliza 15.493 casos positivos, 353 óbitos, 8.299 recuperados e 6.841 activos.

Dos activos, três  estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, oito graves, 99 moderados, 157 com sintomas leves e 6.574 assintomáticos.