ADECOS reforçam conhecimentos sobre malária e doenças diarreicas agudas

Malanje-Vinte e sete Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS) do município de Malanje foram capacitados em matérias sobre cuidados da malária, doenças diarreicas agudas e noções de prevenção contra à Covid-19.

A acção formativa financiada pelo Banco Mundial visou, durante dois dias, munir os ADECOS de ferramentas para melhor lidar com a malária e outras doenças que afectam a população nos diferentes bairros da cidade de Malanje.

Na ocasião, o administrador municipal adjunto de Malanje para a Área Orçamental, Leonel Francisco, pediu uma maior actuação dos agentes no combate as várias doenças, tendo em conta que, paralelamente da Covid-19, a malária continua a ser a doença que mais mata no município.

ADECOS são cidadãos locais seleccionados pelas administrações municipais, cuja missão é de trabalhar sob supervisão do Fundo de Apoio Social (FAS), na identificação dos problemas de saúde e saneamento da comunidade, no sentido de ajudar na resolução dos mesmos por meio de conselhos e outras práticas.

 

 

 

A acção formativa financiada pelo Banco Mundial visou, durante dois dias, munir os ADECOS de ferramentas para melhor lidar com a malária e outras doenças que afectam a população nos diferentes bairros da cidade de Malanje.

Na ocasião, o administrador municipal adjunto de Malanje para a Área Orçamental, Leonel Francisco, pediu uma maior actuação dos agentes no combate as várias doenças, tendo em conta que, paralelamente da Covid-19, a malária continua a ser a doença que mais mata no município.

ADECOS são cidadãos locais seleccionados pelas administrações municipais, cuja missão é de trabalhar sob supervisão do Fundo de Apoio Social (FAS), na identificação dos problemas de saúde e saneamento da comunidade, no sentido de ajudar na resolução dos mesmos por meio de conselhos e outras práticas.