Bloco Operatório dos Luchazes inoperante

  • Doação de sangue no Hospital Geral do Moxico
Luchazes - O Bloco Operatório do Hospital Municipal dos Luchazes, província do Moxico, está inoperante desde a sua inauguração por falta de médicos cirurgiões.

A unidade sanitária, inaugurada em 2012, tem uma sala devidamente equipada para atender casos de cirurgias.

O Hospital, com capacidade máxima para internar 34 pacientes, possui serviços de consultas externas, medicina, pediatria, ginecologia, obstetrícia e consultas pré-natal.

Prestam serviço no referido hospital 10 técnicos de saúde, dos quais três enfermeiros e sete auxiliares de enfermagem, para atender mais de 14 mil habitantes, distribuídos em quatro comunas.

Em declarações à imprensa, a directora municipal da Saúde dos Luchazes, Ana Ferreira, disse que a maior unidade dos Luchazes carece de técnicos especializados, com maior preocupação para as áreas de cirurgia, ginecologia, obstetrícia, pediatria, para além da falta de ambulância.

A responsável informou que o município carece, também, de uma morgue para conservação dos cadáveres.

A malária, doenças respiratórias e varicela são as patologias mais frequentes na região.

Luchazes é um dos nove municípios da província do Moxico e dista 356 quilómetros a sul do Luena, cidade capital.

A unidade sanitária, inaugurada em 2012, tem uma sala devidamente equipada para atender casos de cirurgias.

O Hospital, com capacidade máxima para internar 34 pacientes, possui serviços de consultas externas, medicina, pediatria, ginecologia, obstetrícia e consultas pré-natal.

Prestam serviço no referido hospital 10 técnicos de saúde, dos quais três enfermeiros e sete auxiliares de enfermagem, para atender mais de 14 mil habitantes, distribuídos em quatro comunas.

Em declarações à imprensa, a directora municipal da Saúde dos Luchazes, Ana Ferreira, disse que a maior unidade dos Luchazes carece de técnicos especializados, com maior preocupação para as áreas de cirurgia, ginecologia, obstetrícia, pediatria, para além da falta de ambulância.

A responsável informou que o município carece, também, de uma morgue para conservação dos cadáveres.

A malária, doenças respiratórias e varicela são as patologias mais frequentes na região.

Luchazes é um dos nove municípios da província do Moxico e dista 356 quilómetros a sul do Luena, cidade capital.