Covid-19: Angola com 144 novos casos, três óbitos e 29 recuperados

  • Vacinação contra a Covid-19 no Namibe
Luanda – Angola registou, nas últimas 24 horas, 144 novos casos, três óbitos e a recuperação de 29 pacientes.

Segundo o boletim clínico a que a ANGOP teve acesso, 112 foram diagnosticados em Luanda, 10 em Benguela, 8 no Moxico, 5 no Cunene, 4 em Cabinda, 3 no Zaire,  1 na Huíla e 1 na Lunda Sul.

Entre os novos pacientes, cujas idades rondam entre os 2 aos 86 anos, estão 72 do sexo masculino e 72 do sexo feminino.

Os óbitos envolvem cidadãos angolanos residentes em Benguela, com, e Uíge com dois.

Os pacientes recuperados residem em Luanda.

Nas últimas 24 horas os técnicos de laboratório processaram 2.035 amostras.

O país conta com 23.841 casos positivos, com 557 óbitos, 22.144 recuperados e 1.140 activos. Dos activos, 4  estão em estado críticos, 13 graves, 55 moderados, 40 leves e 1.028 assintomáticos.

Em quarentena institucional estão 48 cidadãos, enquanto 112 pessoas estão internados nos centros de tratamento.

As autoridades mantêm sob vigilância epidemiológica   1.301 contactos de casos positivos.

 

 

Segundo o boletim clínico a que a ANGOP teve acesso, 112 foram diagnosticados em Luanda, 10 em Benguela, 8 no Moxico, 5 no Cunene, 4 em Cabinda, 3 no Zaire,  1 na Huíla e 1 na Lunda Sul.

Entre os novos pacientes, cujas idades rondam entre os 2 aos 86 anos, estão 72 do sexo masculino e 72 do sexo feminino.

Os óbitos envolvem cidadãos angolanos residentes em Benguela, com, e Uíge com dois.

Os pacientes recuperados residem em Luanda.

Nas últimas 24 horas os técnicos de laboratório processaram 2.035 amostras.

O país conta com 23.841 casos positivos, com 557 óbitos, 22.144 recuperados e 1.140 activos. Dos activos, 4  estão em estado críticos, 13 graves, 55 moderados, 40 leves e 1.028 assintomáticos.

Em quarentena institucional estão 48 cidadãos, enquanto 112 pessoas estão internados nos centros de tratamento.

As autoridades mantêm sob vigilância epidemiológica   1.301 contactos de casos positivos.