Covid-19: Angola com 135 novos casos e 55 recuperados

  • Secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda
Luanda – As autoridades sanitárias angolanas anunciaram, nesta segunda-feira, o registo de 135 novos casos, a recuperação de 55 pacientes e 3 óbitos, nas últimas 24 horas.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, trata-se de 118 casos diagnosticados em Luanda, 7 em Cabinda, 3 na Huíla, 3 no Namibe, 2 no Cunene, 1 no Zaire e 1 em Benguela.

Franco Mufinda adiantou que a lista e composta por 69 pacientes do sexo masculino e 66 do sexo feminino.

Entre os recuperados, 45 residem em Luanda, 5 no Huambo, 3 em Benguela e 2 n Huíla.

Já os óbitos envolvem cidadãos angolanos residentes no Uíge, com dois, e Cunene.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios processaram 1.589 amostras, com uma taxa diária de positividade de 8.9 por cento.

O quadro geral aponta para 28.875 casos positivos, com 636 óbitos, 24.772 recuperados e 3.467 activos. Dos activos, 21 são críticos, 35 graves, 138 moderados, 77 leves e 3.196 assintomáticos.

Nos centros de tratamento estão internados 271 pacientes, enquanto 54 se encontram nos centros de quarentena institucional

As autoridades vigiam 1.536 contactos de casos positivos.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, trata-se de 118 casos diagnosticados em Luanda, 7 em Cabinda, 3 na Huíla, 3 no Namibe, 2 no Cunene, 1 no Zaire e 1 em Benguela.

Franco Mufinda adiantou que a lista e composta por 69 pacientes do sexo masculino e 66 do sexo feminino.

Entre os recuperados, 45 residem em Luanda, 5 no Huambo, 3 em Benguela e 2 n Huíla.

Já os óbitos envolvem cidadãos angolanos residentes no Uíge, com dois, e Cunene.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios processaram 1.589 amostras, com uma taxa diária de positividade de 8.9 por cento.

O quadro geral aponta para 28.875 casos positivos, com 636 óbitos, 24.772 recuperados e 3.467 activos. Dos activos, 21 são críticos, 35 graves, 138 moderados, 77 leves e 3.196 assintomáticos.

Nos centros de tratamento estão internados 271 pacientes, enquanto 54 se encontram nos centros de quarentena institucional

As autoridades vigiam 1.536 contactos de casos positivos.