Covid-19: Angola com 263 novas infecções e 22 recuperados

  • FRANCO MUFINDA, SECRETÁRIO DE ESTADO PARA A SAÚDE PÚBLICA
Luanda - O país registou, nas últimas 24 horas, mais 263 novas infecções, duas mortes e 22 pacientes recuperados.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual sessão de actualização de dados, 166 foram registados em Luanda, 32 em Benguela, 26 no Namibe, 14 em Cabinda, nove na Huíla, sete no Cuanza Norte e igual número no Zaire, um na Lunda Norte e o mesmo número no Cuanza Sul.

Os novos pacientes, conforme Franco Mufinda, estão na faixa etária de um a 88 anos de idade, sendo  181 do sexo masculino e 82 do sexo feminino.

As mortes, indicou, registaram-se em Benguela, envolvendo cidadãos angolanos do sexo masculino e feminino, com 67 e 88 anos, respectivamente.

Já os recuperados, foram todos registados em Luanda.

O país contabiliza 9.644 casos positivos, com 270 óbitos, 3.530 recuperados e 5.844 activos.

Dos activos, 16 estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 29  graves, 130 moderados, 402 leves e 5.267 assintomáticos.

Sob cuidados médicos nos centros de tratamento do país, estão 577 doentes.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual sessão de actualização de dados, 166 foram registados em Luanda, 32 em Benguela, 26 no Namibe, 14 em Cabinda, nove na Huíla, sete no Cuanza Norte e igual número no Zaire, um na Lunda Norte e o mesmo número no Cuanza Sul.

Os novos pacientes, conforme Franco Mufinda, estão na faixa etária de um a 88 anos de idade, sendo  181 do sexo masculino e 82 do sexo feminino.

As mortes, indicou, registaram-se em Benguela, envolvendo cidadãos angolanos do sexo masculino e feminino, com 67 e 88 anos, respectivamente.

Já os recuperados, foram todos registados em Luanda.

O país contabiliza 9.644 casos positivos, com 270 óbitos, 3.530 recuperados e 5.844 activos.

Dos activos, 16 estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 29  graves, 130 moderados, 402 leves e 5.267 assintomáticos.

Sob cuidados médicos nos centros de tratamento do país, estão 577 doentes.