Covid-19:  Angola recupera 61 pacientes e 77 novos casos em 24 horas

  • Secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda
Luanda – As autoridades sanitárias diagnosticaram, nas últimas 24 horas, 77 novos infectados, 61 pacientes  e dois óbitos.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual sessão de actualização de dados, no grupo dos novos infectados, 52 são do sexo masculino e 25 feminino, na faixa etária de um a 76 anos.

Informou que  28 casos foram  diagnosticados em Luanda, 23 em Cabinda, 18 em Benguela, três no Zaire, dois no Bié, um caso nas províncias do Moxico, Cuanza Sul e Huambo, respectivamente.

Os óbitos ocorreram nas províncias de Luanda e do Huambo. As vítimas mortais são angolanos do sexo masculino, com 45 e 76 anos.

Dos recuperados, com as idades que variam de sete a 81 anos, 34 estão  no Huambo, nove em Luanda, igual número no Bié, cinco na Lunda Norte, três no Cuando Cubango e um na Huíla.

Angola contabiliza 19.476 casos positivos, com 461 óbitos, 17.327 recuperados e 1.688 activos.

Dos activos,  três estão em estado crítico, cinco graves, 85 moderados, 96 com sintomas leves e 1.499 assintomáticos.

Os laboratórios processaram 8.26 amostras na base da biologia molecular, com uma taxa de positividade diária de 9,3 por cento.

Deixaram os centros de quarentena duas pessoas, sendo uma no Bié e uma no Cuando Cubango.

Encontram-se em quarentena institucional 125 pessoas e sob vigilância 2.485 contactos de casos positivos.

A Linha de Apoio Psico-social atendeu 41 utentes.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 38 chamadas, relacionadas com pedidos de informação da Covid-19.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual sessão de actualização de dados, no grupo dos novos infectados, 52 são do sexo masculino e 25 feminino, na faixa etária de um a 76 anos.

Informou que  28 casos foram  diagnosticados em Luanda, 23 em Cabinda, 18 em Benguela, três no Zaire, dois no Bié, um caso nas províncias do Moxico, Cuanza Sul e Huambo, respectivamente.

Os óbitos ocorreram nas províncias de Luanda e do Huambo. As vítimas mortais são angolanos do sexo masculino, com 45 e 76 anos.

Dos recuperados, com as idades que variam de sete a 81 anos, 34 estão  no Huambo, nove em Luanda, igual número no Bié, cinco na Lunda Norte, três no Cuando Cubango e um na Huíla.

Angola contabiliza 19.476 casos positivos, com 461 óbitos, 17.327 recuperados e 1.688 activos.

Dos activos,  três estão em estado crítico, cinco graves, 85 moderados, 96 com sintomas leves e 1.499 assintomáticos.

Os laboratórios processaram 8.26 amostras na base da biologia molecular, com uma taxa de positividade diária de 9,3 por cento.

Deixaram os centros de quarentena duas pessoas, sendo uma no Bié e uma no Cuando Cubango.

Encontram-se em quarentena institucional 125 pessoas e sob vigilância 2.485 contactos de casos positivos.

A Linha de Apoio Psico-social atendeu 41 utentes.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 38 chamadas, relacionadas com pedidos de informação da Covid-19.