Covid-19: Angola regista 204 recuperações e sete óbitos

  • Secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda
Luanda - As autoridades sanitárias angolanas anunciaram, nesta quarta-feira, o registo, nas últimas 24 horas, de 204 pacientes recuperados da Covid-19, 45 novas infecções e sete óbitos.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual sessão de actualizaçãode dados da Covid-19 no país, dos recuperados, 117 estão em Luanda, 30 são do Cunene, 23 do Moxico, 16 do Huambo, 12 de Benguela, cinco da Lunda Sul e um do Uíge, com idades entre um a 94 anos.

Quanto aos novos casos positivos, apontou que os mesmos envolvem cidadãos cujas idades rondam entre sete a 76 anos, sendo 30 do sexo masculino e 15 do sexo feminino.

Conforme o responsável, trata-se de 36 casos diagnosticados na província de Luanda, quatro na Lunda Norte, dois no Bié, igual número em Cabinda e um na Lunda Sul.

Fez saber que os óbitos são de seis angolanos e um chinês, com idade entre 44 a 70 anos, três residentes na Lunda Norte e um cada para Luanda, Huambo, Malanje e Zaire, sendo todos do sexo masculino.

Angola contabiliza 16.407 casos positivos, 379 óbitos, 9.194 recuperados e 6.834 activos.

Dos activos, seis estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, cinco graves, 81 moderados, 137 com sintomas leves e 6.605 assintomáticos.

As autoridades sanitárias seguem 204 doentes internados nos centros de tratamento do país.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual sessão de actualizaçãode dados da Covid-19 no país, dos recuperados, 117 estão em Luanda, 30 são do Cunene, 23 do Moxico, 16 do Huambo, 12 de Benguela, cinco da Lunda Sul e um do Uíge, com idades entre um a 94 anos.

Quanto aos novos casos positivos, apontou que os mesmos envolvem cidadãos cujas idades rondam entre sete a 76 anos, sendo 30 do sexo masculino e 15 do sexo feminino.

Conforme o responsável, trata-se de 36 casos diagnosticados na província de Luanda, quatro na Lunda Norte, dois no Bié, igual número em Cabinda e um na Lunda Sul.

Fez saber que os óbitos são de seis angolanos e um chinês, com idade entre 44 a 70 anos, três residentes na Lunda Norte e um cada para Luanda, Huambo, Malanje e Zaire, sendo todos do sexo masculino.

Angola contabiliza 16.407 casos positivos, 379 óbitos, 9.194 recuperados e 6.834 activos.

Dos activos, seis estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, cinco graves, 81 moderados, 137 com sintomas leves e 6.605 assintomáticos.

As autoridades sanitárias seguem 204 doentes internados nos centros de tratamento do país.