Covid-19: Angola regista 32 novos casos e 17 recuperados

  • Passageiros em testagem
Luanda – O quadro epidemiológico nacional registou, nas últimas 24 horas, o aumento de mais 32 casos positivos, 17 recuperações e dois óbitos.

Conforme o boletim clínico a que a ANGOP teve acesso, dos novos casos 20 foram registados em Luanda, 6 em Cabinda, 2 na Lunda Sul, enquanto às províncias de Benguela, Uíge, Zaire e Cuanza Sul apresentam-se com 1 caso cada, respectivamente.

Entre os novos pacientes, cujas idades variam entre 1 aos 63 anos, estão 17 do sexo masculino e 15 do sexo feminino.

Já os recuperados, com idades entre os 9 aos 79 anos, são todos residentes na província de Luanda.

Os dois óbitos foram registados em Luanda,    

Os laboratórios processaram, no período em causa, 1.093 amostras por RT-PCR.

O país contabiliza, até ao momento, 19.399 casos positivos, com 17.266 pacientes recuperados, 459 óbitos 1.674 activos.

Dos activos, estão 2 em estado crítico, 8 graves, 85 moderados, 93 leves e 1.486 assintomáticos.

Em internamento nos centros de tratamento estão 188 pessoas.

Em quarentena institucional estão 144 pessoas, enquanto 2.471 estão sob vigilância epidemiológica.

Conforme o boletim clínico a que a ANGOP teve acesso, dos novos casos 20 foram registados em Luanda, 6 em Cabinda, 2 na Lunda Sul, enquanto às províncias de Benguela, Uíge, Zaire e Cuanza Sul apresentam-se com 1 caso cada, respectivamente.

Entre os novos pacientes, cujas idades variam entre 1 aos 63 anos, estão 17 do sexo masculino e 15 do sexo feminino.

Já os recuperados, com idades entre os 9 aos 79 anos, são todos residentes na província de Luanda.

Os dois óbitos foram registados em Luanda,    

Os laboratórios processaram, no período em causa, 1.093 amostras por RT-PCR.

O país contabiliza, até ao momento, 19.399 casos positivos, com 17.266 pacientes recuperados, 459 óbitos 1.674 activos.

Dos activos, estão 2 em estado crítico, 8 graves, 85 moderados, 93 leves e 1.486 assintomáticos.

Em internamento nos centros de tratamento estão 188 pessoas.

Em quarentena institucional estão 144 pessoas, enquanto 2.471 estão sob vigilância epidemiológica.