Covid-19: Angola reporta 22 novos casos e 10 pacientes recuperados

  • Secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda
Luanda – O país reportou, nas últimas 24 horas, o registo de 22 novos casos, um óbito e 10 pacientes recuperados.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual sessão de actualização de dados, 17 foram diagnosticados em Luanda, 3 em Cabinda e 2 em Benguela.

Dos novos casos, cujas idades variam do 2 aos 75 anos, 13 são  do sexo masculino e 9 do sexo feminino.

O óbito foi registado em Benguela, envolvendo uma cidadã angolana de 62 anos de idade.

Já os recuperados, conforme Franco Mufinda, 7 residente em Benguela e 3 em Luanda.

Angola tem um registo de 21.108 casos, com 515 óbitos, 19.657 recuperados e 936 activos.

Dos activos, três em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 8 graves, 35 moderados, 17 com sintomas leves e 873 assintomáticos.

Os laboratórios nacionais processaram, nas últimas 24 horas, 485  amostras, uma taxa de 4.5 por cento.

Nos centros de internamento estão em tratamento 63 doentes, enquanto 41  pessoas estão nos centros de quarentena institucional.

As autoridades sanitárias mantêm sob vigilância epidemiológica 1.396 contactos de casos positivos.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual sessão de actualização de dados, 17 foram diagnosticados em Luanda, 3 em Cabinda e 2 em Benguela.

Dos novos casos, cujas idades variam do 2 aos 75 anos, 13 são  do sexo masculino e 9 do sexo feminino.

O óbito foi registado em Benguela, envolvendo uma cidadã angolana de 62 anos de idade.

Já os recuperados, conforme Franco Mufinda, 7 residente em Benguela e 3 em Luanda.

Angola tem um registo de 21.108 casos, com 515 óbitos, 19.657 recuperados e 936 activos.

Dos activos, três em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 8 graves, 35 moderados, 17 com sintomas leves e 873 assintomáticos.

Os laboratórios nacionais processaram, nas últimas 24 horas, 485  amostras, uma taxa de 4.5 por cento.

Nos centros de internamento estão em tratamento 63 doentes, enquanto 41  pessoas estão nos centros de quarentena institucional.

As autoridades sanitárias mantêm sob vigilância epidemiológica 1.396 contactos de casos positivos.