Autoridades anunciam 82 novos casos em Angola

  • Secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda
Luanda – 82 novos casos positvos, 119 recuperações e dois óbitos é o balanço das últimas 24 horas em Angola, que passa a contabilizar 18 mil e 425 infectados, desde o início da pamdemia no país, em Março do ano passado.

Luanda com 59, Moxico (6), Zaire (5), Bié (4), Benguela e Uíge (3 cada), Lunda Norte (2), Cabinda, Cuando Cubango e Lunda Sul (1 caso cada) são as províncias visadas nesse período, envolvendo 49 homens e 33 mulheres, dos 8 aos 75 anos de idade.

As recuperações ocorreram nas províncias de Luanda (82), Zaire (19), Bié (12) e Cuando Cubango (6) cidadaõs, com idades entre os 21 e 61 anos, perfazendo actualmente o total de 15.631 até então doentes livres do vírus Sars-Cov2 no país.

Enquanto isso, os dois óbitos registaram-se em Luanda e no Cuanza Norte, implicando duas pessoas da terceira idade (dos sexos masculino e feminino), de 71 anos, amobs angolanos, de acordo com o secretário de Estado da Saúde Pública, Franco Mufinda.

Ao actualizar os dados sobre a pandemia em Angola, o dirigente disse estar-se agora perante 2.370 activos, 201 pacientes internados nos Centros de Tratamento, 151 em Quarentena Institucional e 3.378 sob vigilância das autoridades.

Luanda com 59, Moxico (6), Zaire (5), Bié (4), Benguela e Uíge (3 cada), Lunda Norte (2), Cabinda, Cuando Cubango e Lunda Sul (1 caso cada) são as províncias visadas nesse período, envolvendo 49 homens e 33 mulheres, dos 8 aos 75 anos de idade.

As recuperações ocorreram nas províncias de Luanda (82), Zaire (19), Bié (12) e Cuando Cubango (6) cidadaõs, com idades entre os 21 e 61 anos, perfazendo actualmente o total de 15.631 até então doentes livres do vírus Sars-Cov2 no país.

Enquanto isso, os dois óbitos registaram-se em Luanda e no Cuanza Norte, implicando duas pessoas da terceira idade (dos sexos masculino e feminino), de 71 anos, amobs angolanos, de acordo com o secretário de Estado da Saúde Pública, Franco Mufinda.

Ao actualizar os dados sobre a pandemia em Angola, o dirigente disse estar-se agora perante 2.370 activos, 201 pacientes internados nos Centros de Tratamento, 151 em Quarentena Institucional e 3.378 sob vigilância das autoridades.