Covid-19: Autoridades investigam vínculo do terceiro óbito

  • Ilustração do  Covid-19
Menongue – As equipas de respostas rápidas e vigilância epidemiológica da Comissão Provincial Multissectorial de Prevenção e Combate à Covid-19, no Cuando Cubango, estão empenhadas na identificação e esclarecimento do vínculo do terceiro óbito, provocado pela doença, anunciado no último fim-de-semana.

Em declarações hoje, quarta-feira, à imprensa, o porta-voz da referida comissão, Mirko Macai, disse tratar-se de um idoso de 89 anos, da zona urbana da cidade de Menongue, que já apresentava comorbilidades e faz parte de um total de três casos que foram notificados, dos quais dois assintomáticos.

Desde o início da pandemia no país, em Março deste ano, a província registou nove casos positivos, sendo três que resultaram em óbitos e seis activos (assintomáticos).

Estão a ser acompanhados 140 cidadãos em quarentena domiciliar e 23 em quarentena institucional.

Neste momento, a comissão aguarda pelo processamento de 66 amostras enviadas aos laboratórios de Benguela e Huambo para definir a continuidade ou levantamento da cerca sanitária de algumas áreas do bairro 23 de Março, arredores da cidade de Menongue.

A testagem massiva teve início na segunda-feira, com a previsão de atingir até sábado, num total de mil e 500 efectivos da Delegação Provincial do Ministério do Interior e do Comando Provincial da Polícia Nacional.

Até ao momento, já foram testados 550 efectivos. Seguir-se-ão, para efeitos de testagem, os funcionários dos órgãos de Comunicação Social, Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), entre outros grupos de profissionais.

 

Em declarações hoje, quarta-feira, à imprensa, o porta-voz da referida comissão, Mirko Macai, disse tratar-se de um idoso de 89 anos, da zona urbana da cidade de Menongue, que já apresentava comorbilidades e faz parte de um total de três casos que foram notificados, dos quais dois assintomáticos.

Desde o início da pandemia no país, em Março deste ano, a província registou nove casos positivos, sendo três que resultaram em óbitos e seis activos (assintomáticos).

Estão a ser acompanhados 140 cidadãos em quarentena domiciliar e 23 em quarentena institucional.

Neste momento, a comissão aguarda pelo processamento de 66 amostras enviadas aos laboratórios de Benguela e Huambo para definir a continuidade ou levantamento da cerca sanitária de algumas áreas do bairro 23 de Março, arredores da cidade de Menongue.

A testagem massiva teve início na segunda-feira, com a previsão de atingir até sábado, num total de mil e 500 efectivos da Delegação Provincial do Ministério do Interior e do Comando Provincial da Polícia Nacional.

Até ao momento, já foram testados 550 efectivos. Seguir-se-ão, para efeitos de testagem, os funcionários dos órgãos de Comunicação Social, Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), entre outros grupos de profissionais.