Covid-19: Comissão admite insuficiência de meios de biossegurança

Cuito – A Comissão Provincial Intersectorial de Prevenção e Combate à Covid-19 do Bié admitiu, nessa segunda-feira,haver insuficiência de meios de biossegurança, principalmente para apoiar os técnicos ligados aos pacientes internados nas unidades sanitárias.

Ao fazer o habitual ponto de situação da Covid-19, num encontro com membros do Governo, o porta-voz da comissão, João Campos, esclareceu que tais unidades sanitárias sãos as sentinelas para vigilância activa, visto que muitos cidadãos aparecem nelas com  síndromes respiratórios.

Conforme o responsável, pretende-se que os técnicos trabalhem com maior segurança nessas unidades, apelando também para a intensificação das campanhas de sensibilização de combate à doença.

Anunciou a provável recepção de Luanda, terça-feira, de mil testes rápidos serológicos e igual número de outros nalfarizes, estes últimos para as unidades de sentinela, que servirão para testar casos suspeitos.

Para os testes rápidos serológicos, para quem os solicitar em função de uma provável viagem, serão comparticipados com um valor de seis mil Kwanzas.

A província conta com um registo de 32 casos positivos, todos já recuperaods.

Em quarentena  estão 102 cidadãos, sendo  77 domiciliar e 25 em institucional.

Ao fazer o habitual ponto de situação da Covid-19, num encontro com membros do Governo, o porta-voz da comissão, João Campos, esclareceu que tais unidades sanitárias sãos as sentinelas para vigilância activa, visto que muitos cidadãos aparecem nelas com  síndromes respiratórios.

Conforme o responsável, pretende-se que os técnicos trabalhem com maior segurança nessas unidades, apelando também para a intensificação das campanhas de sensibilização de combate à doença.

Anunciou a provável recepção de Luanda, terça-feira, de mil testes rápidos serológicos e igual número de outros nalfarizes, estes últimos para as unidades de sentinela, que servirão para testar casos suspeitos.

Para os testes rápidos serológicos, para quem os solicitar em função de uma provável viagem, serão comparticipados com um valor de seis mil Kwanzas.

A província conta com um registo de 32 casos positivos, todos já recuperaods.

Em quarentena  estão 102 cidadãos, sendo  77 domiciliar e 25 em institucional.