Cunene: Cuanhama reforça medidas para conter o vírus

  • Covid19: Província do Cunene  ganha Hospital Campanha
Ondjiva – O Gabinete Municipal da Saúde no Cuanhama, na província do Cunene, está intensificar as medidas preventivas contra à Covid-19, nos mercados e locais públicos, com vista a conter a circulação da doença nas comunidades.

Dos 209 casos positivos da Covid-19 confirmados no Cunene, Cuanhama tem 156 casos, 22 activos, 133 recuperados e um óbito; Ombadja 43 casos (nove activos e 34 recuperados); e Namacunde com nove casos (cinco activos, três recuperados e um óbito).

Em declarações à Angop, o director do Gabinete de Saúde da região, César Salvador, explicou que em função destes número, o gabinete criou uma equipa de sensibilização sobre o uso correcto da mascara, lavagem das mãos com água e sabão, desinfecção com álcool em gel e respeito ao distanciamento físico.

Fez saber que as acções de sensibilização são feitas duas vezes por semana nos mercados informais do Oshomukuio, Alemanha, paragens de táxis e lugares públicos, com objectivo de alertar os cidadãos dos cuidados a ter evitar a Covid-19.

O Cuanhama conta com 360 mil e 491 habitantes, divididos nas comunas de Ondjiva, Nehone, Mongua, Evale e Oshimolo, que recebem assistência médica em 57 unidades sanitárias, entre centros médicos e postos de saúde.

Dos 209 casos positivos da Covid-19 confirmados no Cunene, Cuanhama tem 156 casos, 22 activos, 133 recuperados e um óbito; Ombadja 43 casos (nove activos e 34 recuperados); e Namacunde com nove casos (cinco activos, três recuperados e um óbito).

Em declarações à Angop, o director do Gabinete de Saúde da região, César Salvador, explicou que em função destes número, o gabinete criou uma equipa de sensibilização sobre o uso correcto da mascara, lavagem das mãos com água e sabão, desinfecção com álcool em gel e respeito ao distanciamento físico.

Fez saber que as acções de sensibilização são feitas duas vezes por semana nos mercados informais do Oshomukuio, Alemanha, paragens de táxis e lugares públicos, com objectivo de alertar os cidadãos dos cuidados a ter evitar a Covid-19.

O Cuanhama conta com 360 mil e 491 habitantes, divididos nas comunas de Ondjiva, Nehone, Mongua, Evale e Oshimolo, que recebem assistência médica em 57 unidades sanitárias, entre centros médicos e postos de saúde.