Covid-19: Especialista aconselha população ao consumo correcto de chás

  • Dístico do Covid-19 Novo Coronavírus
Moçâmedes - O especialista em nutrição, Manuel Fausto, aconselhou hoje, quinta-feira, a população a não fazer o uso exagerado de chás naturais para cura da Covid-19, para que futuramente não venham a ter outros problemas de saúde, apontando mesmo, a intoxicação, gastrite e outras doenças.

Manuel Fausto disse que a população está optar ao uso exagerados de chás, dando como exemplo os de Eucaliptos e Moringa, como sendo fármacos para a cura ou prevenção da pandemia, mesmo sabendo que esta ainda não tenha cura.

“ A população tem a falsa ideia de que por ser natural não causam danos à saúde e isso não é verdade. As pessoas acham que estes chás estão a curar de alguma doença ou a limpar o próprio organismo, usando, muitas vezes, seis a quatro vezes ao dia, sem mesmo antes saber do seu estado de saúde”, lamentou.

O nutricionista disse ainda que os chás de uma maneira geral trazem benéficios  para a saúde, mas o seu consumo deve ser prescrito por um médico  de acordo com o perfil de saúde de cada um.

Apontou como um dos caminhos para que não se contamine da pandemia é a prevenção, usando os meios de biossegurança como a máscara facial, lavagem das mãos e o distanciamento fisico.

“ O importante mesmo é ter um estilo de vida saudável, bebendo muita água, comer frutas e praticar exércicios fisicos que pode ajudar a manter a saúde fisica e mental de cada um “, enfatizou.

Actualmente, a província do Namibe conta com 19 casos postivos, dois óbitos  e 34 recuperados.

 

Manuel Fausto disse que a população está optar ao uso exagerados de chás, dando como exemplo os de Eucaliptos e Moringa, como sendo fármacos para a cura ou prevenção da pandemia, mesmo sabendo que esta ainda não tenha cura.

“ A população tem a falsa ideia de que por ser natural não causam danos à saúde e isso não é verdade. As pessoas acham que estes chás estão a curar de alguma doença ou a limpar o próprio organismo, usando, muitas vezes, seis a quatro vezes ao dia, sem mesmo antes saber do seu estado de saúde”, lamentou.

O nutricionista disse ainda que os chás de uma maneira geral trazem benéficios  para a saúde, mas o seu consumo deve ser prescrito por um médico  de acordo com o perfil de saúde de cada um.

Apontou como um dos caminhos para que não se contamine da pandemia é a prevenção, usando os meios de biossegurança como a máscara facial, lavagem das mãos e o distanciamento fisico.

“ O importante mesmo é ter um estilo de vida saudável, bebendo muita água, comer frutas e praticar exércicios fisicos que pode ajudar a manter a saúde fisica e mental de cada um “, enfatizou.

Actualmente, a província do Namibe conta com 19 casos postivos, dois óbitos  e 34 recuperados.