Huambo testa em massa alunos do ensino primário

  • Lucas António Nhamba, Director do Gabinete da Saúde no Huambo
Huambo -  Os alunos da iniciação a 5ª classe são as prioridades das autoridades sanitárias da província do Huambo na testagem em massa à Covid-19, que decorre há uma semana, nos principais pontos de concentração de pessoas.

Ao prestar a informação segunda-feira, o director do Gabinete da Saúde do Huambo, Lucas António Nhamba, disse tratar-se de 700 mil 950 alunos, cujas aulas retomaram no passado dia 10.

Até ao momento, a província do Huambo conta com o registo de 823 casos diagnosticados desde Setembro de 2020, com 667 recuperados, 25 óbitos e 131 activos.

A propósito, o responsável disse estar a contar com a colaboração do Gabinete da Educação, para o êxito da campanha de testagem, com um stock considerável de testes por Elisa.

Lucas António Nhamba informou que o processo, que contempla a população em geral, está a decorrer com normalidade, em sete dos 11 municípios da província do Huambo, cujos resultados das amostras devem ser divulgados nos próximos dias.

O responsável disse que no âmbito do reforço da capacidade de resposta à pandemia, as autoridades locais constituírem, de forma piloto, no município do Huambo, comités de moradores, compostos por profissionais de saúde, líderes religiosos, autoridades tradicionais e agentes de desenvolvimento comunitários.

Estes comités, conforme director do Gabinete da Saúde, têm a missão de acompanhar e  monitorar, em parceria com a comissão de resposta epidemiológica, os casos que se encontram nas suas áreas de jurisdição.

Disse que os municípios do Chinjenje e Ecunha são, entre os 11 que compõem a província, os que até ao momento não reportaram nenhum caso de Covid-19, numa altura em que o do Huambo lidera a cifra provincial, com 728 infecções.

 

Ao prestar a informação segunda-feira, o director do Gabinete da Saúde do Huambo, Lucas António Nhamba, disse tratar-se de 700 mil 950 alunos, cujas aulas retomaram no passado dia 10.

Até ao momento, a província do Huambo conta com o registo de 823 casos diagnosticados desde Setembro de 2020, com 667 recuperados, 25 óbitos e 131 activos.

A propósito, o responsável disse estar a contar com a colaboração do Gabinete da Educação, para o êxito da campanha de testagem, com um stock considerável de testes por Elisa.

Lucas António Nhamba informou que o processo, que contempla a população em geral, está a decorrer com normalidade, em sete dos 11 municípios da província do Huambo, cujos resultados das amostras devem ser divulgados nos próximos dias.

O responsável disse que no âmbito do reforço da capacidade de resposta à pandemia, as autoridades locais constituírem, de forma piloto, no município do Huambo, comités de moradores, compostos por profissionais de saúde, líderes religiosos, autoridades tradicionais e agentes de desenvolvimento comunitários.

Estes comités, conforme director do Gabinete da Saúde, têm a missão de acompanhar e  monitorar, em parceria com a comissão de resposta epidemiológica, os casos que se encontram nas suas áreas de jurisdição.

Disse que os municípios do Chinjenje e Ecunha são, entre os 11 que compõem a província, os que até ao momento não reportaram nenhum caso de Covid-19, numa altura em que o do Huambo lidera a cifra provincial, com 728 infecções.