Huíla encerra primeira fase da campanha de vacinação

  • Huíla: Luciana Guimarães, directora da Saúde
Lubango - A província da Huíla encerrou, terça-feira, a primeira fase da campanha de vacinação contra à Covid-19, um processo que iniciou a 24 de Março último.

A informação foi avançada hoje, no Lubango pela directora do gabinete provincial da Saúde na Huíla, Luciana Guimarães, afirmando que as 32 mil doses destinadas à província foram todas administradas.

Declarou que, numa primeira etapa, a província recebeu 32 mil doses e depois um reforço de mais duas mil doses para os grupos prioritários, nomeadamente profissionais da saúde, da educação, idosos, com mais de 65 anos de idade, e efectivos das forças de defesa e segurança.

“Podemos dizer que já atingimos 70 por cento da meta pretendida para a primeira fase e estamos a espera da planificação a nível nacional, de onde soubemos que estão a preparar a segunda dose para quem recebeu a primeira”, continuou.

Lamentou o facto de existir algum “desleixo” de certas pessoas, no cumprimento das medidas de biossegurança, com o surgimento da vacinação, uma vez que a imunidade só poderá ser uma realidade com a segunda dose.

A informação foi avançada hoje, no Lubango pela directora do gabinete provincial da Saúde na Huíla, Luciana Guimarães, afirmando que as 32 mil doses destinadas à província foram todas administradas.

Declarou que, numa primeira etapa, a província recebeu 32 mil doses e depois um reforço de mais duas mil doses para os grupos prioritários, nomeadamente profissionais da saúde, da educação, idosos, com mais de 65 anos de idade, e efectivos das forças de defesa e segurança.

“Podemos dizer que já atingimos 70 por cento da meta pretendida para a primeira fase e estamos a espera da planificação a nível nacional, de onde soubemos que estão a preparar a segunda dose para quem recebeu a primeira”, continuou.

Lamentou o facto de existir algum “desleixo” de certas pessoas, no cumprimento das medidas de biossegurança, com o surgimento da vacinação, uma vez que a imunidade só poderá ser uma realidade com a segunda dose.