Jovens sensibilizam vendedores sobre medidas de biossegurança

  • JMPLA promove campanha de sensibilizaçao contra à Covid-19
Ondjiva- As vendedoras dos mercados de Oshamukuio e Alemanha, na cidade de Ondjiva, província do Cunene, foram sensibilizadas, segunda-feira, sobre o cumprimento das medidas de biossegurança e de prevenção à Covid-19.

A campanha foi promovida pelo Gabinete provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, em colaboração com líderes das associações juvenis do Cunene, no quadro do mês dedicado à juventude.

Na ocasião, os activistas reforçaram a necessidade do uso obrigatório da máscara facial, distanciamento físico, higienização e lavagem constante das mãos com água e sabão.

Segundo o director do Gabinete provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos no Cunene, Marcelino dos Santos, a actividade pelos mercados informais ocorreu por serem os principais locais de concentração da população e onde se verifica também algum relaxamento no cumprimento das medidas de prevenção.

Disse que as pessoas devem ajudar o governo no esforço de combate à pandemia, mas ainda se assiste cidadãos expostos ao risco de contrair o vírus, que vai adquirindo características mais fatais.

A província do Cunene conta 220 casos confirmados, dos quais 215 recuperados, três activos e dois óbitos.

A campanha foi promovida pelo Gabinete provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, em colaboração com líderes das associações juvenis do Cunene, no quadro do mês dedicado à juventude.

Na ocasião, os activistas reforçaram a necessidade do uso obrigatório da máscara facial, distanciamento físico, higienização e lavagem constante das mãos com água e sabão.

Segundo o director do Gabinete provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos no Cunene, Marcelino dos Santos, a actividade pelos mercados informais ocorreu por serem os principais locais de concentração da população e onde se verifica também algum relaxamento no cumprimento das medidas de prevenção.

Disse que as pessoas devem ajudar o governo no esforço de combate à pandemia, mas ainda se assiste cidadãos expostos ao risco de contrair o vírus, que vai adquirindo características mais fatais.

A província do Cunene conta 220 casos confirmados, dos quais 215 recuperados, três activos e dois óbitos.