Covid-19: Laboratório da Lunda Norte pronto

  • Laboratorio Do Centro De Diagnostico De Viana
Dundo – A montagem do laboratório regional de biologia molecular, com a capacidade para realizar dois mil testes da Covid-19/dia, está concluída e pronto para entrar em funcionamento.

O laboratório vai atender as três províncias da região leste do país (Lunda Norte, Lunda Sul e Moxico) e deverá realizar, para além da Covid-19, outros exames moleculares na região, evitando deste modo, que os cidadãos se desloquem para o exterior.

Localizado no bairro Samacaca, distrito urbano do Mussungue, o projecto é fruto de um investimento do Estado angolano que gastou mais de cinco milhões de dólares norte-americanos na aquisição de laboratórios para as províncias de Luanda, Lunda Norte, Huambo e Uíge, para um total de seis mil testes/dia todos juntos.

Segundo a porta-voz da Comissão Multissectorial de Resposta à pandemia da Covid-19 na Lunda Norte, Filomena Simão, numa primeira fase, será assegurado por oito técnicos treinados recentemente em Luanda que, por sua vez, deverão formar outros para reforçar a equipa.

A responsável avançou que após a sua inauguração, pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, nos próximos dias, serão priorizados os contactos dos quatros casos positivos, activos, técnicos de saúde, professorem, membros da Comissão Multissectorial e jornalistas.

Até ao momento, a província da Lunda Norte tem o registo de cinco casos positivos, sendo quatro activos e um recuperado.

O laboratório vai atender as três províncias da região leste do país (Lunda Norte, Lunda Sul e Moxico) e deverá realizar, para além da Covid-19, outros exames moleculares na região, evitando deste modo, que os cidadãos se desloquem para o exterior.

Localizado no bairro Samacaca, distrito urbano do Mussungue, o projecto é fruto de um investimento do Estado angolano que gastou mais de cinco milhões de dólares norte-americanos na aquisição de laboratórios para as províncias de Luanda, Lunda Norte, Huambo e Uíge, para um total de seis mil testes/dia todos juntos.

Segundo a porta-voz da Comissão Multissectorial de Resposta à pandemia da Covid-19 na Lunda Norte, Filomena Simão, numa primeira fase, será assegurado por oito técnicos treinados recentemente em Luanda que, por sua vez, deverão formar outros para reforçar a equipa.

A responsável avançou que após a sua inauguração, pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, nos próximos dias, serão priorizados os contactos dos quatros casos positivos, activos, técnicos de saúde, professorem, membros da Comissão Multissectorial e jornalistas.

Até ao momento, a província da Lunda Norte tem o registo de cinco casos positivos, sendo quatro activos e um recuperado.