Covid-19: Ondjiva lidera novas infecções no Cunene

  • Ilustração do  Covid-19
Ondjiva – Vinte e dois novos casos activos da Covid-19 registados nos últimos dias na província do Cunene, 18 destes foram testados em Ondjiva, capital da região, que já contabiliza 171 casos confirmados.

Dos 171 casos, constam 130 activos, 31 recuperados e dois óbitos distribuídos a nível de Ondjiva, Namacunde e de Ombadja.

O segundo caso de óbito registado nas últimas 24 horas na província do Cunene teve lugar no bairro do Caculuvale, arredores de Ondjiva, cuja vítima foi um angolano de 58 anos de idade.

Em declarações hoje, quarta-feira, à ANGOP, o porta-voz da Comissão Provincial Multissectorial de Resposta à Covid-19 no Cunene, Félix Belarmino, disse que as medidas continuam a ser redobradas e de sensibilização para se conter a propagação da doença. 

Neste processo de sensibilização, o Gabinete da Saúde no Cunene conta com outros parceiros que levam a informação à população sobre os riscos e modo de contágio dessa doença, bem como as medidas preventivas como uso das máscaras,  lavagem das mãos com água de sabão, desinfectar com álcool em gel e respeitar o distanciamento físico.

Província do Cunene conta com sete centros de quarentena institucional. 

 

Dos 171 casos, constam 130 activos, 31 recuperados e dois óbitos distribuídos a nível de Ondjiva, Namacunde e de Ombadja.

O segundo caso de óbito registado nas últimas 24 horas na província do Cunene teve lugar no bairro do Caculuvale, arredores de Ondjiva, cuja vítima foi um angolano de 58 anos de idade.

Em declarações hoje, quarta-feira, à ANGOP, o porta-voz da Comissão Provincial Multissectorial de Resposta à Covid-19 no Cunene, Félix Belarmino, disse que as medidas continuam a ser redobradas e de sensibilização para se conter a propagação da doença. 

Neste processo de sensibilização, o Gabinete da Saúde no Cunene conta com outros parceiros que levam a informação à população sobre os riscos e modo de contágio dessa doença, bem como as medidas preventivas como uso das máscaras,  lavagem das mãos com água de sabão, desinfectar com álcool em gel e respeitar o distanciamento físico.

Província do Cunene conta com sete centros de quarentena institucional.