ONG Checa lança projecto de combate à Covid-19 no seio feminino

  • Ilustração do  Covid-19
Cuito – A Organização Não Governamental Checa People In Need lançou, hoje, quarta-feira, na cidade do Cuito (Bié), um Projecto intitulado “Gênero em Tempo de Covid-19” para mitigar a propagação da pandemia no seio das mulheres.

Financiado pela União Europeia, com um valor monetário de 286 mil Euros e com perspectiva de abranger mais de quatro mil mulheres, o projecto vai ser desenvolvido nas províncias do Bié e da Huíla em 18 meses.

A People In Need pretende trabalhar com representantes de instituições públicas, organizações da sociedade civil de grupos de mulheres, rede de protecção social, agentes comunitários de saúde, parteiras tradicionais, entre outros.

Na ocasião, a gestora do referido projecto, Ludivina Nunda, salientou que a sua implementação visa cortar a cadeia de transmissão da Covid-19 nas mulheres, sobretudo as que se encontram nas comunidades rurais.

Frisou que o mesmo visa mitigar o impacto negativo socioeconómico causado pela Covid-19 na camada feminina, através do acesso a informação para o apoio da sua actividade de rendimento.

Será igualmente passada informação ligada à pandemia, com maior realce sobre as medidas de prevenção, contaminação da doença e outras questões ligadas à saúde da mulher como a nutrição e planeamento familiar. 

Já a directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género no Bié, Deolinda Gonçalves, reafirmou que o combate à Covid-19 deve ser da responsabilidade de toda a franja da sociedade civil.

 

Financiado pela União Europeia, com um valor monetário de 286 mil Euros e com perspectiva de abranger mais de quatro mil mulheres, o projecto vai ser desenvolvido nas províncias do Bié e da Huíla em 18 meses.

A People In Need pretende trabalhar com representantes de instituições públicas, organizações da sociedade civil de grupos de mulheres, rede de protecção social, agentes comunitários de saúde, parteiras tradicionais, entre outros.

Na ocasião, a gestora do referido projecto, Ludivina Nunda, salientou que a sua implementação visa cortar a cadeia de transmissão da Covid-19 nas mulheres, sobretudo as que se encontram nas comunidades rurais.

Frisou que o mesmo visa mitigar o impacto negativo socioeconómico causado pela Covid-19 na camada feminina, através do acesso a informação para o apoio da sua actividade de rendimento.

Será igualmente passada informação ligada à pandemia, com maior realce sobre as medidas de prevenção, contaminação da doença e outras questões ligadas à saúde da mulher como a nutrição e planeamento familiar. 

Já a directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género no Bié, Deolinda Gonçalves, reafirmou que o combate à Covid-19 deve ser da responsabilidade de toda a franja da sociedade civil.