Covid-19: Governo quer contínuo cumprimento das medidas preventivas

  • Vista parcial da cidade de Menongue, capital do Cuando Cubango
Menongue - O porta-voz da comissão multissectorial de prevenção e combate à Covid-19 no Cuando Cubango, Mirco Makay, destacou, esta quarta-feira, a necessidade do uso adequado e contínuo de máscaras faciais, o distanciamento físico, a lavagem regular das mãos água corrente com sabão e evitar desnecessárias saídas do local de residência, com vista a “travar” o aumento de novos casos.

Mirco Makay, que falava a saída de uma reunião dos membros desta instituição que avaliou a situação da pandemia, disse ser necessário que a população continue a cumprir as medidas de biossegurança para evitar novos contágios.

Conforme o responsável, desde o registo do primeiro caso que resultou em morte, com origem no Cuito, sede capital do Bié, a 24 de Setembro do ano passado, foram notificados 529 casos, com 441 recuperados, 78 activos (54 assintomáticos) e 22 óbitos.

Dos 78 activos, 54 estão em isolamento institucional nos municípios de Menongue, sede capital do Cuando Cubango, Dirico e Calai, estes últimos que fazem fronteira, na faixa sudeste, com a vizinha República da Namíbia, país, igualmente, com taxas altas de contaminação da Covid-19.

 

Mirco Makay, que falava a saída de uma reunião dos membros desta instituição que avaliou a situação da pandemia, disse ser necessário que a população continue a cumprir as medidas de biossegurança para evitar novos contágios.

Conforme o responsável, desde o registo do primeiro caso que resultou em morte, com origem no Cuito, sede capital do Bié, a 24 de Setembro do ano passado, foram notificados 529 casos, com 441 recuperados, 78 activos (54 assintomáticos) e 22 óbitos.

Dos 78 activos, 54 estão em isolamento institucional nos municípios de Menongue, sede capital do Cuando Cubango, Dirico e Calai, estes últimos que fazem fronteira, na faixa sudeste, com a vizinha República da Namíbia, país, igualmente, com taxas altas de contaminação da Covid-19.