Covid-19: Taxa de recuperação aumenta para 51.4 por cento

  • Dístico do Covid-19 Novo Coronavírus
  • Secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda
Luanda – A taxa de recuperação de doentes com Covid-19 em Angola passou de 50.6 por cento para 51.4%, um ligeiro aumento de 0.8 por cento, comparativamente ao dia 22 do corrente mês.

Conforme o secretário de Estado para Saúde Pública, Franco Mufinda, que fazia a habitual actualização diária da Covid-19 no país, a taxa de recuperação do último domingo situou-se em 50.6 por cento, enquanto neste domingo subiu para 51.4%.

Segundo o boletim epidemiológico nacional, o número de recuperados em Angola supera o de activos, registando-se um total de 7.763 pessoas curadas da Covid-19, contra 6.994 doentes internados em centros de tratamento e no domicílio.

Contrariamente o aumento da taxa de recuperação, no período em análise, a taxa de letalidade baixou de 2.3 por cento para 2.2 por cento, o que representa um decréscimo semanal de 0.1 por cento, de acordo com Franco Mufinda.

Nas últimas 24 horas, a taxa de positividade situou-se em 0,7 por cento, o que corresponde a 16 novos casos positivos, num universo de 2.300 amostras processadas neste período.

Quadro epidemiológico nacional

Com o registo de 16 novas infecções e uma morte de Covid-19, nas últimas 24 horas, a província de Luanda continua a ser o epicentro desta pandemia em Angola, com um total de 11.523 casos positivos, dos quais 4.665 doentes activos, 6.576 recuperados e 282 óbitos, segundo o boletim epidemiológico nacional.

A seguir a capital do país, vem a província de Benguela que soma um acumulado de 664 casos, com 516 activos, 130 recuperações e 18 óbitos.

Cabinda ocupa o terceiro lugar na tabela epidemiológica, com um total de 444 casos, sendo 358 activos, 83 recuperados e três mortes, enquanto a Huíla segue com o registo de 353 infecções, dos quais 134 activos, 210 recuperações e nove óbitos.

A província do Zaire contabiliza um total de 323 casos, com 120 activos, 197 recuperados e seis mortes, enquanto o Cuanza Norte segue com 299 infecções, sendo 268 activos, 30 recuperações e um óbito.

Com 290 casos registados está o Cuanza Sul, com 98 activos, 189 recuperações e três mortes, enquanto Malanje conta 206 infectados, sendo 130 activos, 73 recuperados e três óbitos.

Namibe tem o registo de 198 casos, com 157 activos, 39 recuperados e dois óbitos, seguido do Cunene, que conta com 184 casos, sendo 142 activos, 40 recuperados e dois óbitos.

Huambo tem 168 casos de covid-19, dos quais 91 Activos, 73 recuperações e quatro mortes, seguido do Uíge, que soma um acumulado de 120 casos, sendo 60 activos, 52 recuperados e oito óbitos.

Moxico contabiliza um total de 110 casos, sendo 105 activos e cinco recuperados, enquanto Cuando Cubango conta com 84 infectados, 77 activos, quatro recuperações e três óbitos.

Luanda Norte regista um total de 58 casos, sendo 57 activos e um recuperado, enquanto Bié conta com um acumulado de 36 casos, sendo quatro activos e 32 curados.

O Bengo soma um total de 22 infectados, sendo 10 activos, 10 recuperados e duas mortes.

A província com menos casos positivos é a Lunda Sul, que tem um acumulado de 21 infectados, dois activos e 19 recuperados.

Com esses dados, o país regista um total de 15.103 casos positivos, sendo 6.994 activos, 7.763 recuperados e 346 óbitos.

Conforme o secretário de Estado para Saúde Pública, Franco Mufinda, que fazia a habitual actualização diária da Covid-19 no país, a taxa de recuperação do último domingo situou-se em 50.6 por cento, enquanto neste domingo subiu para 51.4%.

Segundo o boletim epidemiológico nacional, o número de recuperados em Angola supera o de activos, registando-se um total de 7.763 pessoas curadas da Covid-19, contra 6.994 doentes internados em centros de tratamento e no domicílio.

Contrariamente o aumento da taxa de recuperação, no período em análise, a taxa de letalidade baixou de 2.3 por cento para 2.2 por cento, o que representa um decréscimo semanal de 0.1 por cento, de acordo com Franco Mufinda.

Nas últimas 24 horas, a taxa de positividade situou-se em 0,7 por cento, o que corresponde a 16 novos casos positivos, num universo de 2.300 amostras processadas neste período.

Quadro epidemiológico nacional

Com o registo de 16 novas infecções e uma morte de Covid-19, nas últimas 24 horas, a província de Luanda continua a ser o epicentro desta pandemia em Angola, com um total de 11.523 casos positivos, dos quais 4.665 doentes activos, 6.576 recuperados e 282 óbitos, segundo o boletim epidemiológico nacional.

A seguir a capital do país, vem a província de Benguela que soma um acumulado de 664 casos, com 516 activos, 130 recuperações e 18 óbitos.

Cabinda ocupa o terceiro lugar na tabela epidemiológica, com um total de 444 casos, sendo 358 activos, 83 recuperados e três mortes, enquanto a Huíla segue com o registo de 353 infecções, dos quais 134 activos, 210 recuperações e nove óbitos.

A província do Zaire contabiliza um total de 323 casos, com 120 activos, 197 recuperados e seis mortes, enquanto o Cuanza Norte segue com 299 infecções, sendo 268 activos, 30 recuperações e um óbito.

Com 290 casos registados está o Cuanza Sul, com 98 activos, 189 recuperações e três mortes, enquanto Malanje conta 206 infectados, sendo 130 activos, 73 recuperados e três óbitos.

Namibe tem o registo de 198 casos, com 157 activos, 39 recuperados e dois óbitos, seguido do Cunene, que conta com 184 casos, sendo 142 activos, 40 recuperados e dois óbitos.

Huambo tem 168 casos de covid-19, dos quais 91 Activos, 73 recuperações e quatro mortes, seguido do Uíge, que soma um acumulado de 120 casos, sendo 60 activos, 52 recuperados e oito óbitos.

Moxico contabiliza um total de 110 casos, sendo 105 activos e cinco recuperados, enquanto Cuando Cubango conta com 84 infectados, 77 activos, quatro recuperações e três óbitos.

Luanda Norte regista um total de 58 casos, sendo 57 activos e um recuperado, enquanto Bié conta com um acumulado de 36 casos, sendo quatro activos e 32 curados.

O Bengo soma um total de 22 infectados, sendo 10 activos, 10 recuperados e duas mortes.

A província com menos casos positivos é a Lunda Sul, que tem um acumulado de 21 infectados, dois activos e 19 recuperados.

Com esses dados, o país regista um total de 15.103 casos positivos, sendo 6.994 activos, 7.763 recuperados e 346 óbitos.