Covid-19: Vacinados 640 cidadãos em Menongue

  • Campanha de vacinação contra a Covid-19
Menongue - Seiscentos e quarenta cidadãos, entre profissionais da saúde, órgãos de defesa, segurança e ordem pública, foram vacinados na segunda-feira, em Menongue, capital do Cuando Cubango, na abertura da campanha de imunização contra a Covid-19.

A primeira fase do processo de vacinação no Cuando Cubango recai para Menongue, capital da província.

A província beneficiou, nesta primeira fase, de onze mil, duzentas e cinquenta doses de vacinas para imunizar os profissionais da linha da frente.

A campanha de vacinação conta com mais de 40 técnicos, entre registadores, vacinadores e mobilizadores formados para o efeito, com o posto montado no pavilhão gimnodesportivo de Menongue.

Na abertura da campanha de vacinação, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, garantiu que a vacina é segura, salva vidas, apelando às pessoas indicadas ou abrangidas  no sentido de aproveitarem a oportunidade.

Sílvia Lutucuta reafirmou a necessidade do cumprimento das  medidas de protecção individual e colectiva, apelando a comunicação social para a contínua promoção das acções de mobilização para a vacinação.

Por seu turno, o governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, o primeiro cidadão que foi vacinado, considerou ser um acto crucial no processo de prevenção e combate à Covid-19 no país.

Exortou os cidadãos abrangidos nesta fase no sentido de afluírem ao posto comando montado no campo gimnodesportivo, para se evitar a propagação do vírus na província.

A província do Cuando Cubango registou, desde o início da doença, 163 casos, sendo 148 no município do Menongue, capital da província, 13 no município do Cuchi e dois no Cuangar. No total são contabilizados 170 recuperados, 19 activos, todos assintomáticos e quatro óbitos.

 

A primeira fase do processo de vacinação no Cuando Cubango recai para Menongue, capital da província.

A província beneficiou, nesta primeira fase, de onze mil, duzentas e cinquenta doses de vacinas para imunizar os profissionais da linha da frente.

A campanha de vacinação conta com mais de 40 técnicos, entre registadores, vacinadores e mobilizadores formados para o efeito, com o posto montado no pavilhão gimnodesportivo de Menongue.

Na abertura da campanha de vacinação, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, garantiu que a vacina é segura, salva vidas, apelando às pessoas indicadas ou abrangidas  no sentido de aproveitarem a oportunidade.

Sílvia Lutucuta reafirmou a necessidade do cumprimento das  medidas de protecção individual e colectiva, apelando a comunicação social para a contínua promoção das acções de mobilização para a vacinação.

Por seu turno, o governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, o primeiro cidadão que foi vacinado, considerou ser um acto crucial no processo de prevenção e combate à Covid-19 no país.

Exortou os cidadãos abrangidos nesta fase no sentido de afluírem ao posto comando montado no campo gimnodesportivo, para se evitar a propagação do vírus na província.

A província do Cuando Cubango registou, desde o início da doença, 163 casos, sendo 148 no município do Menongue, capital da província, 13 no município do Cuchi e dois no Cuangar. No total são contabilizados 170 recuperados, 19 activos, todos assintomáticos e quatro óbitos.