Covid-19: Lunda Sul inicia testagem com Elisa

Saurimo – A Comissão Provincial de Resposta Rápida à Covid-19, na Lunda Sul, iniciou a testagem com o exame serológico “Elisa” aos contactos dos contactos dos casos positivos internados no hospital do Mulombe.

O Elisa dispensa a zaragatoa para a colheita de amostra,visto que é feito no local e  em 15 minutos sai o resultado definitivo, com a mesma eficácia do RTP-CR.

A informação foi avançada, nesta sexta-feira, à Angop, pelo coordenador adjunto da Comissão Provincial de Resposta Rápida à Covid-19, na região, Viegas de Almeida, durante a conferência de imprensa sobre a situação epidemiológica da Lunda Sul.

Acrescentou que a província recebeu recentemente um lote de dois mil testes, sendo mil serológicos e igual número de Elisa.

Face ao facto de  a região estar em presença de contaminação local, a comissão prevê, para a próxima semana, a testagem dos membros do governo e jornalistas, por serem pessoas muito expostas.

A Lunda Sul tem 13 casos positivos, com dois recuperados e 11 activos. Os casos activos fazem a terapia com antibióticos, analgésicos e vitaminas, no hospital do Mulombe. 

O hoaspital tem 27 camas ventiladas.

 

O Elisa dispensa a zaragatoa para a colheita de amostra,visto que é feito no local e  em 15 minutos sai o resultado definitivo, com a mesma eficácia do RTP-CR.

A informação foi avançada, nesta sexta-feira, à Angop, pelo coordenador adjunto da Comissão Provincial de Resposta Rápida à Covid-19, na região, Viegas de Almeida, durante a conferência de imprensa sobre a situação epidemiológica da Lunda Sul.

Acrescentou que a província recebeu recentemente um lote de dois mil testes, sendo mil serológicos e igual número de Elisa.

Face ao facto de  a região estar em presença de contaminação local, a comissão prevê, para a próxima semana, a testagem dos membros do governo e jornalistas, por serem pessoas muito expostas.

A Lunda Sul tem 13 casos positivos, com dois recuperados e 11 activos. Os casos activos fazem a terapia com antibióticos, analgésicos e vitaminas, no hospital do Mulombe. 

O hoaspital tem 27 camas ventiladas.