Maternidade Saurimo realiza primeiros partos

Saurimo – A Maternidade Provincial da Lunda Sul realizou 317 partos, um mês depois da sua inauguração, informou hoje, quinta-feira, o director da unidade, António Zambizi.

Inaugurado em Outubro do ano em curso, pelo Presidente da República, João Lourenço,  a maternidade, com 150 camas,  dispõe de serviços de urgência,   neonatologia, hemoterapia,   bloco operatório,   banco de sangue, obstetrícia,   ginecologia,   mamografia, ultra-sonografia,   ecografia, cardiologia e Raio X.

Em declarações à Angop, no âmbito das actividades desenvolvidas durante o primeiro mês de funcionamento, o responsável informiu  que dos 317 partos, 42 foram cesarianas.

No mesmo período foram ainda realizados 16 partos de gravidez  extra-uterina (utópica), uma por peritonite e duas por rotura uterina, bem como 126 curetagens por aborto, 13 por hemorragia pós-parto e cinco nados mortos.

No total, foram atendidas mil e 90 pacientes em várias especialidades.

A maternidade conta com 150 enfermeiros e 18 médicos.

 

Inaugurado em Outubro do ano em curso, pelo Presidente da República, João Lourenço,  a maternidade, com 150 camas,  dispõe de serviços de urgência,   neonatologia, hemoterapia,   bloco operatório,   banco de sangue, obstetrícia,   ginecologia,   mamografia, ultra-sonografia,   ecografia, cardiologia e Raio X.

Em declarações à Angop, no âmbito das actividades desenvolvidas durante o primeiro mês de funcionamento, o responsável informiu  que dos 317 partos, 42 foram cesarianas.

No mesmo período foram ainda realizados 16 partos de gravidez  extra-uterina (utópica), uma por peritonite e duas por rotura uterina, bem como 126 curetagens por aborto, 13 por hemorragia pós-parto e cinco nados mortos.

No total, foram atendidas mil e 90 pacientes em várias especialidades.

A maternidade conta com 150 enfermeiros e 18 médicos.