Aumentam mortes por malária no Namibe

  • Director do Gabinete Provincial da Saúde no Namibe, Corintios Miguel
  • Namibe: Hospital Provincial Ngola Kimbanda
Moçâmedes- Cento e 16 pessoas morreram, no ano transacto, por malária na província do Namibe, mais 41 em relação a 2019.

As mortes resultaram de um total de 76 mil casos diagnosticados, enquanto no período homólogo anterior houve 89 mil e 85 doentes registados.

Em declarações hoje à Angop, o director do Gabinete provincial da Saúde, Coríntios Miguel, disse que a sector continua a implementar junto das comunidades campanhas de prevenção da doença.

Quanto à tuberculose, Corintios Miguel disse que a província registou um ligeiro aumento de doente resistentes, factor influenciado pelo abandono do tratamento por parte de alguns pacientes, que se tornam em focos de disseminação da doença.

 Ao longo de 2020, foram diagnosticados 9.174 casos de doentes com tuberculose, com 108 óbitos, ao passo que em 2019 haviam se registado 9.261, com 150 óbitos.

As mortes resultaram de um total de 76 mil casos diagnosticados, enquanto no período homólogo anterior houve 89 mil e 85 doentes registados.

Em declarações hoje à Angop, o director do Gabinete provincial da Saúde, Coríntios Miguel, disse que a sector continua a implementar junto das comunidades campanhas de prevenção da doença.

Quanto à tuberculose, Corintios Miguel disse que a província registou um ligeiro aumento de doente resistentes, factor influenciado pelo abandono do tratamento por parte de alguns pacientes, que se tornam em focos de disseminação da doença.

 Ao longo de 2020, foram diagnosticados 9.174 casos de doentes com tuberculose, com 108 óbitos, ao passo que em 2019 haviam se registado 9.261, com 150 óbitos.