Pulverizadas mais de 94 mil residências

Menongue - Noventa e quatro mil e 608 residências dos municípios de Menongue, Cuangar, Calai, Dirico e Rivungo, na província do Cuando Cubango, foram pulverizadas com insecticidas, de Setembro de 2020 a Fevereiro do ano em curso, no âmbito do Plano Estratégico Nacional de Combate à Malária 2016-2020.

A campanha, executada pela ONG The Mentor Iniciative, em parceira com o Ministério da Saúde, surge da necessidade do combate à malária, através da eliminação do vector transmissor (mosquito) em oito países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), igualmente financiadora do programa.

Esta iniciativa acabou por beneficiar 334 mil e 604 pessoas.

Neste período, foram sensibilizadas 336 mil e 551 cidadãos, num processo que resultou na utilização de 32 mil 278 garrafas de insecticidas.

Segundo o coordenador de operações do The Mentor Iniciative no país, Francisco Samanjata, que falava nesta terça-feira, em Menongue, no acto de apresentação de balanço dos resultados deste programa, as principais  dificuldades encontradas durante a actividade foram a comunicação deficitária entre os membros envolvidos em algumas zonas dos municípios do Rivungo e Cuangar, por falta de cobertura da rede Unitel, difícil acesso das vias no interior dos municípios, bem como a falta de água para a composição do produto utilizado no processo.

Já o director do Gabinete da Saúde local, Lucas Mateus Mirko Macay, em representação do governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, sublinhou que o governo angolano está no caminho certo quanto às políticas traçadas para redução desta doença.

Em 2020, a província registou mais de 100 mil casos de malária, destes 297 resultaram em mortes, maioritariamente crianças.

A campanha, executada pela ONG The Mentor Iniciative, em parceira com o Ministério da Saúde, surge da necessidade do combate à malária, através da eliminação do vector transmissor (mosquito) em oito países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), igualmente financiadora do programa.

Esta iniciativa acabou por beneficiar 334 mil e 604 pessoas.

Neste período, foram sensibilizadas 336 mil e 551 cidadãos, num processo que resultou na utilização de 32 mil 278 garrafas de insecticidas.

Segundo o coordenador de operações do The Mentor Iniciative no país, Francisco Samanjata, que falava nesta terça-feira, em Menongue, no acto de apresentação de balanço dos resultados deste programa, as principais  dificuldades encontradas durante a actividade foram a comunicação deficitária entre os membros envolvidos em algumas zonas dos municípios do Rivungo e Cuangar, por falta de cobertura da rede Unitel, difícil acesso das vias no interior dos municípios, bem como a falta de água para a composição do produto utilizado no processo.

Já o director do Gabinete da Saúde local, Lucas Mateus Mirko Macay, em representação do governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, sublinhou que o governo angolano está no caminho certo quanto às políticas traçadas para redução desta doença.

Em 2020, a província registou mais de 100 mil casos de malária, destes 297 resultaram em mortes, maioritariamente crianças.