Quilengues regista redução de mortes por malária

  • Huila: Sede Municipal do Quilengues
Quilengues – O município de Quilengues, província da Huíla, registou a redução de 67 óbitos por malária em relação ao primeiro semestre de 2020, de um universo de 15 mil e 847 casos registados este ano e que causaram 21 mortes.

A informação foi avançada hoje, quinta-feira, pelo director municipal da Saúde, Tito António, ao fazer o balanço semestral da doença no município, realçando que comparativamente a igual período tiveram a redução de 28.790 casos.

Justificou que a redução de mortes por malária no município deveu-se ao aumento da literacia das famílias sobre a doença, com maior sensibilização das mesmas sobre prevenção e promoção de mais saúde.

Acrescentou que para tal foram criadas brigadas anti-vectorial nas três comunas do município: sede, Impulo e Dinde, bem como foi feito o reforço das equipas de vigilância e estão a trabalhar junto das autoridades locais e outros parceiros o que tem estado a contribuir na redução de casos.

Tito António destacou que apesar da redução, a malária ainda constitui uma “grande preocupação” das autoridades locais, uma doença que afecta maioritariamente crianças.

O município de Quilengues dista 142 quilómetros do Lubango, tem uma extensão territorial de 4.181 quilómetros quadrados e uma população estimada em 93 mil e 207 habitantes.

 

A informação foi avançada hoje, quinta-feira, pelo director municipal da Saúde, Tito António, ao fazer o balanço semestral da doença no município, realçando que comparativamente a igual período tiveram a redução de 28.790 casos.

Justificou que a redução de mortes por malária no município deveu-se ao aumento da literacia das famílias sobre a doença, com maior sensibilização das mesmas sobre prevenção e promoção de mais saúde.

Acrescentou que para tal foram criadas brigadas anti-vectorial nas três comunas do município: sede, Impulo e Dinde, bem como foi feito o reforço das equipas de vigilância e estão a trabalhar junto das autoridades locais e outros parceiros o que tem estado a contribuir na redução de casos.

Tito António destacou que apesar da redução, a malária ainda constitui uma “grande preocupação” das autoridades locais, uma doença que afecta maioritariamente crianças.

O município de Quilengues dista 142 quilómetros do Lubango, tem uma extensão territorial de 4.181 quilómetros quadrados e uma população estimada em 93 mil e 207 habitantes.