Surto de sarna afecta mais 30 pessoas no bairro Quizanga

Malanje - Trinta e oito moradores entre crianças e adultos da zona do Alto da Guiné, bairro Quizanga, arredores da cidade de Malanje, estão infectados com sarna, cujos primeiros casos começaram a ser diagnosticados em finais de 2020.

Após o surgimento dos primeiros casos, foi realizado um rastreio, que permitiu a identificação de mais pessoas acometidas pela doença, segundo a directora do Centro de Saúde do Ritondo(que cobre também o bairro Quizanga), Marcelina Avelino António.

 

De acordo com a responsável, a maioria das pessoas diagnosticadas no rastreio não procurava por assistência sanitária, optando em manter-se em casa, sob o risco de infectar outros membros do agregado.

 

Apontou a falta de água potável na referida localidade e a falta de higiene como a principal causa da infecção.

 

Em função disso, acrescentou, a direcção do Centro de Saúde do Ritondo tem levado a cabo campanhas de sensibilização para incentivar a população a acorrer as unidades hospitalares nos primeiros sintomas de sarna, com vista a conter a propagação da mesma.

 

Sarna ou escabiose é uma infecção parasitária contagiosa da pele, que ocorre entre seres humanos e outros animais.

 

É causada por um minúsculo parasita que, geralmente, não é visível a olho nú, refugia-se sob a pele, causando coceira alérgica intensa.

 

A doença pode ser transmitida através de objectos, mas é mais frequentemente transmitida por contacto directo com a pele infectada, com um maior risco se o contacto for prolongado.

 

 

 

 

 

Após o surgimento dos primeiros casos, foi realizado um rastreio, que permitiu a identificação de mais pessoas acometidas pela doença, segundo a directora do Centro de Saúde do Ritondo(que cobre também o bairro Quizanga), Marcelina Avelino António.

 

De acordo com a responsável, a maioria das pessoas diagnosticadas no rastreio não procurava por assistência sanitária, optando em manter-se em casa, sob o risco de infectar outros membros do agregado.

 

Apontou a falta de água potável na referida localidade e a falta de higiene como a principal causa da infecção.

 

Em função disso, acrescentou, a direcção do Centro de Saúde do Ritondo tem levado a cabo campanhas de sensibilização para incentivar a população a acorrer as unidades hospitalares nos primeiros sintomas de sarna, com vista a conter a propagação da mesma.

 

Sarna ou escabiose é uma infecção parasitária contagiosa da pele, que ocorre entre seres humanos e outros animais.

 

É causada por um minúsculo parasita que, geralmente, não é visível a olho nú, refugia-se sob a pele, causando coceira alérgica intensa.

 

A doença pode ser transmitida através de objectos, mas é mais frequentemente transmitida por contacto directo com a pele infectada, com um maior risco se o contacto for prolongado.