ADRA aplica 500 mil euros na promoção do empreendedorismo

  • Carlos Cambuta, Director-Geral de ADRA
Cunene - Quinhentos e 33 mil euros estão a ser aplicados pela ADRA no financiamento de micro-projectos económicos, que visam a promoção do empreendedorismo e do auto-emprego para a juventude nas províncias do Cunene e Namibe.

Implementado no quadro do projecto Participação Juvenil para o Desenvolvimento Local de Angola (PAJUDEL), o projecto iniciou em Junho de 2020 e tem a duração de dois anos, prevendo abranger 699 associações juvenis dos municípios do Ombadja, Cahama (Cunene) e Bibala (Namibe).

A informação foi avançada hoje à Angop, em Ondjiva, pelo director-geral da ONG Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), Carlos Cambuta, à margem de uma visita aos grupos de referência do referido projecto no município da Cahama.

Segundo o responsável, o plano é co-financiado pela União Europeia e Ajuda das Igrejas Norueguesas, e tem já registado resultados positivos, sobretudo, no que diz respeito ao fortalecimento das capacidades das organizações juvenis no ciclo de políticas públicas, incluindo serviços sociais básicos, igualdade de género, geração de rendimentos e mitigação dos efeitos das alterações climáticas.

Quanto ao reembolso, o responsável garantiu que não haverá, pelo que apelou aos jovens a aproveitarem a oportunidade e crescerem no ramo do empreendedorismo.

Durante a sua visita, o responsável constatou também o andamento do projecto denominado “Cisterna Calçadão Wash", virado para a construção  de seis reservatórios de água, com a capacidade de 52 mil litros cada, no município de Ombadja.

Orçado em 54 milhões de kwanzas, financiados pelo Unicef, os mesmos estão a ser construídos nas localidades de Omufilo, Damequera,  comuna de Xangongo, e Mayuku, na comuna de Ombala yo Mungo.

O objectivo é de contribuir na mitigação do impacto da seca nestas regiões,  proporcionando às comunidades o acesso a água e alternativas para a resiliência às mudanças climáticas através da instalação de sistemas alternativos de captação, retenção de águas pluviais e abastecimento por camião cisterna.

 

 

Implementado no quadro do projecto Participação Juvenil para o Desenvolvimento Local de Angola (PAJUDEL), o projecto iniciou em Junho de 2020 e tem a duração de dois anos, prevendo abranger 699 associações juvenis dos municípios do Ombadja, Cahama (Cunene) e Bibala (Namibe).

A informação foi avançada hoje à Angop, em Ondjiva, pelo director-geral da ONG Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), Carlos Cambuta, à margem de uma visita aos grupos de referência do referido projecto no município da Cahama.

Segundo o responsável, o plano é co-financiado pela União Europeia e Ajuda das Igrejas Norueguesas, e tem já registado resultados positivos, sobretudo, no que diz respeito ao fortalecimento das capacidades das organizações juvenis no ciclo de políticas públicas, incluindo serviços sociais básicos, igualdade de género, geração de rendimentos e mitigação dos efeitos das alterações climáticas.

Quanto ao reembolso, o responsável garantiu que não haverá, pelo que apelou aos jovens a aproveitarem a oportunidade e crescerem no ramo do empreendedorismo.

Durante a sua visita, o responsável constatou também o andamento do projecto denominado “Cisterna Calçadão Wash", virado para a construção  de seis reservatórios de água, com a capacidade de 52 mil litros cada, no município de Ombadja.

Orçado em 54 milhões de kwanzas, financiados pelo Unicef, os mesmos estão a ser construídos nas localidades de Omufilo, Damequera,  comuna de Xangongo, e Mayuku, na comuna de Ombala yo Mungo.

O objectivo é de contribuir na mitigação do impacto da seca nestas regiões,  proporcionando às comunidades o acesso a água e alternativas para a resiliência às mudanças climáticas através da instalação de sistemas alternativos de captação, retenção de águas pluviais e abastecimento por camião cisterna.