PIIM financia asfaltagem de 20 quilómetros no Porto Amboim

  • Governador Job Capapinha recebe explicação sobre obras no Porto Amboim
Sumbe - O governo do Cuanza Sul adjudicou, sábado, a asfaltagem de 20 quilómetros na cidade do Porto Amboim, financiado pelo Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Foram signatários a administradora municipal do Porto Amboim, Maria Sumano, e pelo responsável da empresa de direito angolano "Angosino Comercial e Engineering Co Lda", Ho Yen.

A obra custa Kz 1 mil milhões, 867 milhões, 700 mil e a fiscalização Kz 102 milhões 462 mil, com um prazo de execução de 12 meses.

Para o arranque da obra, já foram pagos Kz 319 milhões, 376 mil, 700, cujo contrato reza a asfaltagem em betão hidráulico com um tempo de vida útil de 50 anos e trabalhos no sistema de drenagem das águas pluviais.

A administradora Maria Sumano disse que a empreitada emprega mais de 200 jovens, de entre os quais 70 por cento locais e 30 especialistas da Angosino.

O PIIM no Porto Amboim financia a construção de uma escola de sete salas de aulas, com o valor financeiro de Kz 96 milhões, 851 mil, 793,86, do qual já foi pago Kz 23 milhões, 779 mil, 719,18, bem como de uma escola no Capolo, que já consumiu Kz 76 milhões, 504 mil, 197, do global de Kz 105 milhões, 500 mil, 490,50.

Consta, igualmente, a construção de um mercado do peixe, que custa Kz 31 milhões e já foram pagos 24 milhões, 764 mil, 148, 80.

No total, o município do Porto Amboim tem seis projectos em execução, com mais de 500 empregos directos criados.

Testemunharam o acto, o governador do Cuanza Sul, Job Capapinha, os vices governadores, directores e delegados provinciais, autoridades tradicionais e membros do conselho do município.

Foram signatários a administradora municipal do Porto Amboim, Maria Sumano, e pelo responsável da empresa de direito angolano "Angosino Comercial e Engineering Co Lda", Ho Yen.

A obra custa Kz 1 mil milhões, 867 milhões, 700 mil e a fiscalização Kz 102 milhões 462 mil, com um prazo de execução de 12 meses.

Para o arranque da obra, já foram pagos Kz 319 milhões, 376 mil, 700, cujo contrato reza a asfaltagem em betão hidráulico com um tempo de vida útil de 50 anos e trabalhos no sistema de drenagem das águas pluviais.

A administradora Maria Sumano disse que a empreitada emprega mais de 200 jovens, de entre os quais 70 por cento locais e 30 especialistas da Angosino.

O PIIM no Porto Amboim financia a construção de uma escola de sete salas de aulas, com o valor financeiro de Kz 96 milhões, 851 mil, 793,86, do qual já foi pago Kz 23 milhões, 779 mil, 719,18, bem como de uma escola no Capolo, que já consumiu Kz 76 milhões, 504 mil, 197, do global de Kz 105 milhões, 500 mil, 490,50.

Consta, igualmente, a construção de um mercado do peixe, que custa Kz 31 milhões e já foram pagos 24 milhões, 764 mil, 148, 80.

No total, o município do Porto Amboim tem seis projectos em execução, com mais de 500 empregos directos criados.

Testemunharam o acto, o governador do Cuanza Sul, Job Capapinha, os vices governadores, directores e delegados provinciais, autoridades tradicionais e membros do conselho do município.