Assinados novos projectos do FAS no Cuando Cubango

  • FAS fiancia projectos no Cuando Cubango
Menongue - Vinte e quatro novos projectos sociais, avaliados em 732 milhões, 203 mil e 389 kwanzas, num financiamento do Banco Mundial, foram assinados, nesta terça-feira, em Menongue, capital do Cuando Cubango, pelo Fundo de Apoio Social (FAS), administrações municipais e as empresas contratadas.

Trata-se projectos de água para o apoio à produção agrícola e consumo humano, para os municípios do Cuito Cuanavale e da Mavinga, e de reabilitação de duas escolas com quatro salas de aula em Menongue e  no Cuchi.

O programa incluiu ainda a reabilitação de centros materno infantil na localidade de Masseca, no Cuito Cuanavale, e a comuna do Caiundo, município de Menongue.

O chefe de departamento do Fundo de Apoio Social (FAS) no Cuando Cubango, Zeferino Mateia Cavalo, informou que dentro de 30 dias começa a execução dos projectos de água, com a abertura de 10 furos, que vão beneficiar 33 mil pessoas, sendo 15 mil no município do Cuito Cuanavale e 18 mil em Mavinga.

Conforme o responsável, para no Cuito Cuanavale, 7 dos 10 furos estarão acoplados com chafarizes e lavandarias e três servirão de ensaio para o incentivo à produção agrícola intensiva. Já no município de Mavinga, 7 sistemas servirão para actividade agrícola, consumo humano, canal de irrigação e três estarão equipados com lavandarias e chafarizes.

Zeferino Cavalo sublinhou que as empreitadas, a serem executadas por três empresas, num prazo de seis meses,  contaram com a fiscalização das administrações do Cuito Cuanavale, Mavinga, Menongue e do Cuchi, como principais beneficiárias.

Em nome das administrações, o administrador do Cuito Cuanavale, José Martins, considerou de pontuais os projectos assinados, porquanto vão melhorar as condições de abastecimento de água potável para o consumo humano, incentivo à produção agrícola, inserção de crianças no sistema de ensino e assistência médica às populações.

Prometeu apoiar as empresas executantes das empreitadas nos respectivos municípios para que as acções tenham os resultados preconizados, a julgar pelo facto de o Banco Mundial estar preocupado com a causa do governo de melhorar a condição social.

Em 2020, no âmbito do programa de desenvolvimento local e com o financiamento do Banco Mundial, avaliado em mais de 700 milhões de kwanzas, o FAS procurou terminar alguns projectos sociais que estavam em execução no município do Cuchi,nomeadamente uma escola de quatro salas de aula, uma casa de professores, bem como uma escola de quatro salas de aula em Menongue.

O FAS prevê executar, ao longo do ano em curso, 70 projectos de água, sendo 20 no Cuando Cubango.

 

 

Trata-se projectos de água para o apoio à produção agrícola e consumo humano, para os municípios do Cuito Cuanavale e da Mavinga, e de reabilitação de duas escolas com quatro salas de aula em Menongue e  no Cuchi.

O programa incluiu ainda a reabilitação de centros materno infantil na localidade de Masseca, no Cuito Cuanavale, e a comuna do Caiundo, município de Menongue.

O chefe de departamento do Fundo de Apoio Social (FAS) no Cuando Cubango, Zeferino Mateia Cavalo, informou que dentro de 30 dias começa a execução dos projectos de água, com a abertura de 10 furos, que vão beneficiar 33 mil pessoas, sendo 15 mil no município do Cuito Cuanavale e 18 mil em Mavinga.

Conforme o responsável, para no Cuito Cuanavale, 7 dos 10 furos estarão acoplados com chafarizes e lavandarias e três servirão de ensaio para o incentivo à produção agrícola intensiva. Já no município de Mavinga, 7 sistemas servirão para actividade agrícola, consumo humano, canal de irrigação e três estarão equipados com lavandarias e chafarizes.

Zeferino Cavalo sublinhou que as empreitadas, a serem executadas por três empresas, num prazo de seis meses,  contaram com a fiscalização das administrações do Cuito Cuanavale, Mavinga, Menongue e do Cuchi, como principais beneficiárias.

Em nome das administrações, o administrador do Cuito Cuanavale, José Martins, considerou de pontuais os projectos assinados, porquanto vão melhorar as condições de abastecimento de água potável para o consumo humano, incentivo à produção agrícola, inserção de crianças no sistema de ensino e assistência médica às populações.

Prometeu apoiar as empresas executantes das empreitadas nos respectivos municípios para que as acções tenham os resultados preconizados, a julgar pelo facto de o Banco Mundial estar preocupado com a causa do governo de melhorar a condição social.

Em 2020, no âmbito do programa de desenvolvimento local e com o financiamento do Banco Mundial, avaliado em mais de 700 milhões de kwanzas, o FAS procurou terminar alguns projectos sociais que estavam em execução no município do Cuchi,nomeadamente uma escola de quatro salas de aula, uma casa de professores, bem como uma escola de quatro salas de aula em Menongue.

O FAS prevê executar, ao longo do ano em curso, 70 projectos de água, sendo 20 no Cuando Cubango.