Incêndios reduzem de Janeiro a Novembro no Bengo

Caxito – O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros no Bengo registou de Janeiro a Novembro 44 incêndios, o que representa uma redução de dois casos em relação ao período anterior, que causaram uma morte e danos materiais avaliados em 50.325 mil Kwanzas.

As principais causas dos incêndios foram curto-circuito, negligência, fogo posto, fuga de gás e aquecimento das cintas de viatura.

No período em análise 31 pessoas morreram por afogamento nos rios Dande, Lifune, Nzenza, na Lagoa do Panguila e no mar, ainda assim demonstra uma redução de 15 casos em relação ao período homólogo.

Foram ainda registados nove acidentes (menos 24), que provocaram a morte de quatro pessoas e o ferimento a 29 outras.

As festividades do 30 de Novembro, dia Nacional do Bombeiro,  decorrem sob o lema “Por um serviço mais actuante, com profissionalismo e eficiência, unidos na prevenção e combate a Covid-19, comemoremos o 30 de Novembro, Dia Nacional do Bombeiro”.

Numa mensagem, o delegado do Interior no Bengo, Delfim Kalulu Inácio, destacou os esforços do efectivo do SPCB numa altura em que o mundo é assolado pela pandemia da Covid-19.

Exortou a todos os efectivos do SPCB/Bengo a comemorarem a data reflectindo com bastante responsabilidade, para que prestem o serviço com sabedoria, zelo e dedicação, tendo augurado que o dia-a-dia laboral seja uma espécie de escola onde todos os dias se aprende e se firmam as convicções de dar a vida para salvar vidas.

A 30 de Novembro comemora-se o dia Nacional do Bombeiro, data celebrada face a bravura e determinação demonstrada por um grupo de bombeiros que em 1981 enfrentaram e venceram o incêndio de grandes proporções deflagrado na Refinaria de Luanda.

As principais causas dos incêndios foram curto-circuito, negligência, fogo posto, fuga de gás e aquecimento das cintas de viatura.

No período em análise 31 pessoas morreram por afogamento nos rios Dande, Lifune, Nzenza, na Lagoa do Panguila e no mar, ainda assim demonstra uma redução de 15 casos em relação ao período homólogo.

Foram ainda registados nove acidentes (menos 24), que provocaram a morte de quatro pessoas e o ferimento a 29 outras.

As festividades do 30 de Novembro, dia Nacional do Bombeiro,  decorrem sob o lema “Por um serviço mais actuante, com profissionalismo e eficiência, unidos na prevenção e combate a Covid-19, comemoremos o 30 de Novembro, Dia Nacional do Bombeiro”.

Numa mensagem, o delegado do Interior no Bengo, Delfim Kalulu Inácio, destacou os esforços do efectivo do SPCB numa altura em que o mundo é assolado pela pandemia da Covid-19.

Exortou a todos os efectivos do SPCB/Bengo a comemorarem a data reflectindo com bastante responsabilidade, para que prestem o serviço com sabedoria, zelo e dedicação, tendo augurado que o dia-a-dia laboral seja uma espécie de escola onde todos os dias se aprende e se firmam as convicções de dar a vida para salvar vidas.

A 30 de Novembro comemora-se o dia Nacional do Bombeiro, data celebrada face a bravura e determinação demonstrada por um grupo de bombeiros que em 1981 enfrentaram e venceram o incêndio de grandes proporções deflagrado na Refinaria de Luanda.