Autorizada retomada das obras da estrada em Nambuangongo

  • Manuel Tavares de Almeida, Ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território
Caxito - O ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território, Manuel Tavares de Almeida, anunciou, esta quinta-feira, em Caxito, que as obras da estrada Caiengue/Onzo/Muxaluando, no município de Nambuangongo (Bengo), serão retomadas brevemente.

Em declarações à imprensa, no final do encontro que o Presidente da República manteve com o governo provincial do Bengo, informou que João Lourenço autorizou os recursos para se “retomar de imediato” a empreitada.

Manuel Tavares de Almeida frisou que, nos próximos tempos, haverá movimentos visando a conclusão dos 38,5 km de estrada.

A empreitada, que se encontra paralisada há cerca de cinco anos, foi reinscrita no Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2021.  

A estrada Caxito-Caiengue-Onzo-Muxaluando é um eixo fundamental para o escoamento dos produtos agro-pecuários do campo para a cidade, já que o município de Nambuangongo é potencialmente agrícola e um dos principais produtores de banana.

A conclusão da reabilitação da referida via tem sido a principal preocupação dos munícipes de Nambuangongo e dos automobilistas que enfrentam muitas dificuldades, sobretudo na época chuvosa.

Dos seis municípios que compõem a província do Bengo, Nambuangongo é o único cuja sede municipal não possuí uma via asfaltada.

Com uma extensão de cinco mil e 603 quilómetros quadrados, o município tem uma população estimada de 61 mil e 24 habitantes, maioritariamente de camponeses,  distribuídos por sete comunas, nomeadamente Muxaluando, Kixico, Kicunzo, Zala, Gombe, Cage Mazumbo e Cana Cassala.

 

Em declarações à imprensa, no final do encontro que o Presidente da República manteve com o governo provincial do Bengo, informou que João Lourenço autorizou os recursos para se “retomar de imediato” a empreitada.

Manuel Tavares de Almeida frisou que, nos próximos tempos, haverá movimentos visando a conclusão dos 38,5 km de estrada.

A empreitada, que se encontra paralisada há cerca de cinco anos, foi reinscrita no Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2021.  

A estrada Caxito-Caiengue-Onzo-Muxaluando é um eixo fundamental para o escoamento dos produtos agro-pecuários do campo para a cidade, já que o município de Nambuangongo é potencialmente agrícola e um dos principais produtores de banana.

A conclusão da reabilitação da referida via tem sido a principal preocupação dos munícipes de Nambuangongo e dos automobilistas que enfrentam muitas dificuldades, sobretudo na época chuvosa.

Dos seis municípios que compõem a província do Bengo, Nambuangongo é o único cuja sede municipal não possuí uma via asfaltada.

Com uma extensão de cinco mil e 603 quilómetros quadrados, o município tem uma população estimada de 61 mil e 24 habitantes, maioritariamente de camponeses,  distribuídos por sete comunas, nomeadamente Muxaluando, Kixico, Kicunzo, Zala, Gombe, Cage Mazumbo e Cana Cassala.