Bié ganha mais uma Mediateca

  • Escola em Luanda
Cuito – O município do Andulo, província do Bié, beneficia desde esta semana de uma Mediateca com 23 computadores conectados à internet e um controlo central de áudio.

A província do Bié conta agora com duas mediatecas, sendo a primeira a "Abel Abraão", em funcionamento na cidade do Cuito há um ano.

Mediateca é definida como sendo um conjunto de diversos meios de informação e cultura (dispositivos, filmes, livros, jornais, discos, CDs, videocassetes, entre outros) reunidos num só local e aberto ao público, para consulta ou empréstimo.

A administradora do Andulo, Celeste Adolfo, realçou que a mediateca vai ajudar na redução do analfabetismo digital na região e contribuir no reforço do plano provincial da leitura, lançado recentemente pelo Governo do Bié, assim como servir para ocupar os tempos livres da juventude.

No âmbito da jornada comemorativa do 11 de Novembro,  Nharea e Andulo receberam também  três escolas de sete e cinco salas de aula (duas na primeira e uma noutra, respectivamente), com capacidade total de três mil alunos, assim como 15 residências para famílias vulneráveis,  no sector de Cangolongolo (Nharea), entre outras infra-estruturas.

As  infra-estruturas foram construídas no quadro dos Programas Integrados de Intervenção Municipal (PIIM) e de Combate à Pobreza e Desenvolvimento Local (PICDL).

Dados disponíveis indicam que o Bié conta, actualmente, com mil 450 escolas, com quatro mil 680 salas de aula, sendo que no presente ano lectivo estão matriculados, em todos sistemas de ensino, cerca de 605 mil alunos, mais 50 mil em relação ao ano lectivo de 2019.

A província  inscreveu 164 projectos no PIIM, que proporcionam  desde Novembro de 2019,  cerca de três mil empregos, dos cinco mil previstos.

Estão actualmente em execução várias obras, com destaque para 50 escolas, 20 unidades sanitárias, 12 pontes, assim como a reabilitação e terraplanagem de 800 quilómentros de estradas.

O PIIM foi lançado em Junho de 2019 pelo Presidente da República, João Lourenço e está em implementação nos 164 municípios do país, com um financiamento equivalente em Kwanzas a dois mil milhões de dólares (USD), do Fundo Soberano de Angola.

O Bié conta com uma população estimada em dois milhões de habitantes.

A província do Bié conta agora com duas mediatecas, sendo a primeira a "Abel Abraão", em funcionamento na cidade do Cuito há um ano.

Mediateca é definida como sendo um conjunto de diversos meios de informação e cultura (dispositivos, filmes, livros, jornais, discos, CDs, videocassetes, entre outros) reunidos num só local e aberto ao público, para consulta ou empréstimo.

A administradora do Andulo, Celeste Adolfo, realçou que a mediateca vai ajudar na redução do analfabetismo digital na região e contribuir no reforço do plano provincial da leitura, lançado recentemente pelo Governo do Bié, assim como servir para ocupar os tempos livres da juventude.

No âmbito da jornada comemorativa do 11 de Novembro,  Nharea e Andulo receberam também  três escolas de sete e cinco salas de aula (duas na primeira e uma noutra, respectivamente), com capacidade total de três mil alunos, assim como 15 residências para famílias vulneráveis,  no sector de Cangolongolo (Nharea), entre outras infra-estruturas.

As  infra-estruturas foram construídas no quadro dos Programas Integrados de Intervenção Municipal (PIIM) e de Combate à Pobreza e Desenvolvimento Local (PICDL).

Dados disponíveis indicam que o Bié conta, actualmente, com mil 450 escolas, com quatro mil 680 salas de aula, sendo que no presente ano lectivo estão matriculados, em todos sistemas de ensino, cerca de 605 mil alunos, mais 50 mil em relação ao ano lectivo de 2019.

A província  inscreveu 164 projectos no PIIM, que proporcionam  desde Novembro de 2019,  cerca de três mil empregos, dos cinco mil previstos.

Estão actualmente em execução várias obras, com destaque para 50 escolas, 20 unidades sanitárias, 12 pontes, assim como a reabilitação e terraplanagem de 800 quilómentros de estradas.

O PIIM foi lançado em Junho de 2019 pelo Presidente da República, João Lourenço e está em implementação nos 164 municípios do país, com um financiamento equivalente em Kwanzas a dois mil milhões de dólares (USD), do Fundo Soberano de Angola.

O Bié conta com uma população estimada em dois milhões de habitantes.