Candidatos em massa para concurso na função pública

Cuito - O processo de inscrições para o provimento de 292 vagas na função pública na província do Bié, que arrancou hoje, está a contar com uma grande adesão, cujo número, até às 12 horas, já rondava os setecentos.

O processo de inscrição está a decorrer no Centro Cultural Dr. António Agostinho Neto, no bairro Catraio, arredores da cidade do Cuito, e no Gabinete dos Recursos Humanos do Governo.

No local, os candidatos estão a ser alistados para posteriormente, em função da chamada, procederem à entrega da documentação (requerimento dirigido ao governador provincial, cópia do Bilhete de Identidade e certificado de habilitações).

A inscrição está a ser de forma presencial.

O director do Gabinete Provincial dos Recursos Humanos do Governo da Província do Bié, Carlos Júlio Salumbo, em declarações à Angop, informou que a comissão organizadora está a sensibilizar os candidatos a manterem-se calmos, uma vez que o processo de inscrição vai até ao dia 14 deste mês.

Existem vagas para 69 técnicos superiores de segunda, 112 para técnicos médios de terceira, 14 para operários qualificados, 25 para não qualificados, 13 para escriturários dactilógrafos, dez para auxiliares administrativos, 46 para auxiliares de limpeza e três para motoristas.

Há igualmente vagas para 877 funcionários concorrerem ao concurso público para promoção.

O corpo de júri fez igualmente um ajuste nas regras, com realce para os formados em áreas das ciências sociais e humanas dos centros pré-universitários já poderem candidatar-se, uma vez que estavam excluídos por altura do anúncio do concurso público.

Pela especificidade do concurso, estão apenas afastados os cidadãos formados em áreas de ciências da saúde e educação.

Os candidatos devem ser cidadãos nacionais com idades entre os 18 e 35 anos.

A província do Bié tem uma população de cerca de dois milhões de habitantes.

O sector da administração pública controla mais de 23 mil funcionários.

O processo de inscrição está a decorrer no Centro Cultural Dr. António Agostinho Neto, no bairro Catraio, arredores da cidade do Cuito, e no Gabinete dos Recursos Humanos do Governo.

No local, os candidatos estão a ser alistados para posteriormente, em função da chamada, procederem à entrega da documentação (requerimento dirigido ao governador provincial, cópia do Bilhete de Identidade e certificado de habilitações).

A inscrição está a ser de forma presencial.

O director do Gabinete Provincial dos Recursos Humanos do Governo da Província do Bié, Carlos Júlio Salumbo, em declarações à Angop, informou que a comissão organizadora está a sensibilizar os candidatos a manterem-se calmos, uma vez que o processo de inscrição vai até ao dia 14 deste mês.

Existem vagas para 69 técnicos superiores de segunda, 112 para técnicos médios de terceira, 14 para operários qualificados, 25 para não qualificados, 13 para escriturários dactilógrafos, dez para auxiliares administrativos, 46 para auxiliares de limpeza e três para motoristas.

Há igualmente vagas para 877 funcionários concorrerem ao concurso público para promoção.

O corpo de júri fez igualmente um ajuste nas regras, com realce para os formados em áreas das ciências sociais e humanas dos centros pré-universitários já poderem candidatar-se, uma vez que estavam excluídos por altura do anúncio do concurso público.

Pela especificidade do concurso, estão apenas afastados os cidadãos formados em áreas de ciências da saúde e educação.

Os candidatos devem ser cidadãos nacionais com idades entre os 18 e 35 anos.

A província do Bié tem uma população de cerca de dois milhões de habitantes.

O sector da administração pública controla mais de 23 mil funcionários.