Cerca de 200 toneladas de bens alimentares enviadas ao Cunene

  • Saída de camiões com alimentos para as vítimas da seca
Luanda – Cerca de 200 toneladas de bens alimentares e de primeira necessidade foram enviadas, nesta terça-feira, à província do Cunene, com vista a minimizar os efeitos da seca que assola a região sul de Angola.

Trata-se de mais uma remessa no âmbito da Campanha SOS Sul de Angola sob coordenação do Grupo Técnico Empresarial (GTE), para acudir a população das províncias do sul do país.

A campanha está a ser promovida pelo Grupo Técnico Empresarial desde Março deste ano e até ao momento já angariou mais de 800 toneladas de bens alimentares diversos e detergentes.

A mesma é coordenada pela Cooperativa de Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA), que tem a responsabilidade de proceder a entrega à população dos municípios de Curoca e Cahama (Cunene), Virei (Namibe) e Gambos (Huila).

O GTE é uma plataforma de diálogo empresarial entre o Executivo e empresários angolanas no que se refere a definição de políticas para o desenvolvimento do sector empresarial nacional e é constituído actualmente por 20 Associações Empresariais de Angola.

 

 

Trata-se de mais uma remessa no âmbito da Campanha SOS Sul de Angola sob coordenação do Grupo Técnico Empresarial (GTE), para acudir a população das províncias do sul do país.

A campanha está a ser promovida pelo Grupo Técnico Empresarial desde Março deste ano e até ao momento já angariou mais de 800 toneladas de bens alimentares diversos e detergentes.

A mesma é coordenada pela Cooperativa de Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA), que tem a responsabilidade de proceder a entrega à população dos municípios de Curoca e Cahama (Cunene), Virei (Namibe) e Gambos (Huila).

O GTE é uma plataforma de diálogo empresarial entre o Executivo e empresários angolanas no que se refere a definição de políticas para o desenvolvimento do sector empresarial nacional e é constituído actualmente por 20 Associações Empresariais de Angola.