Chuva destrói 24 residências na comuna do Nsosso

Uíge – Vinte e quatro residências foram destruídas na comuna do Nsosso, município da Damba, província do Uíge, em consequência das fortes chuvas que caíram segunda-feira, naquela circunscrição.

Segundo a Administradora Municipal da Damba, Rosa Pedro Garcia, em declarações à Angop,  as chuvas causaram danos no edifício da Administração local, nas instalações dos Serviços de Migração e Estrangeiros (SME) e da Agricultura e a destruição da cobertura do principal mercado.

Esclareceu que a Administração carece de meios materiais e bens alimentares para acudir mais de 100 famílias desalojadas, tendo apelado o Governo da Província e as organizações não governamentais no sentido de apoiarem os sinistrados.

Entretanto, mais de cinco mil cidadãos do município da Damba beneficiaram de cédula pessoal e de bilhete de identidade, no âmbito da Massificação do Registo de Nascimento e Atribuição do BI, iniciado no transacto mês de Julho, na província do Uíge.

Segundo a Administradora Rosa Pedro, a campanha assegurado por 25 brigadistas, prevê contemplar, até o próximo ano, mais de 30 mil cidadãos residentes na municipalidade.

 

 

Segundo a Administradora Municipal da Damba, Rosa Pedro Garcia, em declarações à Angop,  as chuvas causaram danos no edifício da Administração local, nas instalações dos Serviços de Migração e Estrangeiros (SME) e da Agricultura e a destruição da cobertura do principal mercado.

Esclareceu que a Administração carece de meios materiais e bens alimentares para acudir mais de 100 famílias desalojadas, tendo apelado o Governo da Província e as organizações não governamentais no sentido de apoiarem os sinistrados.

Entretanto, mais de cinco mil cidadãos do município da Damba beneficiaram de cédula pessoal e de bilhete de identidade, no âmbito da Massificação do Registo de Nascimento e Atribuição do BI, iniciado no transacto mês de Julho, na província do Uíge.

Segundo a Administradora Rosa Pedro, a campanha assegurado por 25 brigadistas, prevê contemplar, até o próximo ano, mais de 30 mil cidadãos residentes na municipalidade.