Comarca do Moxico cria centro de tratamento de HIV

Luena – Um centro de aconselhamento, tratamento e testagem voluntária de VIH/Sida foi aberto, sexta-feira última, na comarca do Luena, província do Moxico, para atender a população penal, numa altura em que o estabelecimento controla 300 presos, dos quais quatro infectados.

Pretende-se com a medida acompanhar o estado serológico das pessoas ali acomodadas e proporcionar-lhes melhores condições de tratamento.

Em termos de seroprevalência, a província do Moxico é a terceira no país com 32 mil pessoas infectadas, entre mais de 800 mil habitantes.

A comarca tem capacidade para 250 reclusos e o serviço nela aberto será assegurado por cinco técnicos.

Eleva-se para 42 o número de centro de testagem e tratamento entre as 144 unidades sanitárias controladas no Moxico.

Em declarações à Angop, a supervisora do programa de luta contra esta doença no Moxico, Clotilde William, disse ser um dos objectivos responder o lema ”solidariedade global, responsabilidade compartilhada”, em saudação ao Dia Mundial de Luta Contra  o Sida (1 de Dezembro).

“A responsabilidade compartilhada passa igualmente por atribuir dignidade à população penal, por ser vulnerável a contrair a doença e com isso sofrer estigma”, referiu.

.