Comboio colhe mortalmente jovem em Benguela

  • Comboio dos Caminhos-de-Ferro de Benguela
Benguela – Um jovem que aparenta ter 35 anos de idade foi colhido mortalmente nas primeiras horas desta quinta-feira, nas imediações do viveiro municipal, por um comboio do Caminho de Ferro de Benguela (CFB).

Essa informação foi avançada à ANGOP, pelo porta-voz local do Serviço de Investigação Criminal (SIC), sub-inspector Victorino Kotingo, adiantando que a vítima estava, supostamente, deitado sobre a linha de comboio.

“Segundo relatos de testemunhas, a locomotiva buzinou insistentemente, mas o cidadão em causa não conseguiu despertar e foi colhido mortalmente”, explicou.

Segundo a mesma fonte, o acidente foi tão violento que deixou o corpo do jovem dividido em várias partes, quer da região do tórax como dos membros, facto que deixou os moradores da zona bastante chocados.

Relatos colhidos no local apontam que a vítima estaria sob efeito de álcool.

O SIC fez-se ao local após algumas horas do sucedido para remover o cadáver.

Lembrar que este é o quarto caso que se regista desde a entrada em circulação regular do comboio, daí o apelo do responsável do SIC à população para estar mais atenta, sobretudo nas horas de circulação das locomotivas, no sentido de se evitar casos do género.

A ANGOP tentou contactar a direcção do CFB, através do Gabinete de Comunicação Institucional, mas não obteve sucesso.

Essa informação foi avançada à ANGOP, pelo porta-voz local do Serviço de Investigação Criminal (SIC), sub-inspector Victorino Kotingo, adiantando que a vítima estava, supostamente, deitado sobre a linha de comboio.

“Segundo relatos de testemunhas, a locomotiva buzinou insistentemente, mas o cidadão em causa não conseguiu despertar e foi colhido mortalmente”, explicou.

Segundo a mesma fonte, o acidente foi tão violento que deixou o corpo do jovem dividido em várias partes, quer da região do tórax como dos membros, facto que deixou os moradores da zona bastante chocados.

Relatos colhidos no local apontam que a vítima estaria sob efeito de álcool.

O SIC fez-se ao local após algumas horas do sucedido para remover o cadáver.

Lembrar que este é o quarto caso que se regista desde a entrada em circulação regular do comboio, daí o apelo do responsável do SIC à população para estar mais atenta, sobretudo nas horas de circulação das locomotivas, no sentido de se evitar casos do género.

A ANGOP tentou contactar a direcção do CFB, através do Gabinete de Comunicação Institucional, mas não obteve sucesso.