Cooperativa Eyulo leva bens alimentares aos idosos do lar da Chivela

  • Idosos do lar da 3ª idade
Huambo – A cooperativa agro-pecuária Eyulo Lumbo-Calicoque procedeu hoje, terça-feira, a entrega de bens alimentares e roupa usada aos idosos do lar da Chivela, arredores da cidade do Huambo, para minimizar a carência vivida no centro.

Dos bens, consta farinha de milho (fuba), feijão, batata-doce, frutas diversas e legumes, além de atados de roupa usada.

A propósito, o presidente da cooperação, Rufino Tchilumbo Calala, disse que o gesto visou minimizar a carência com que os idosos do lar da Chivela se debatem, principalmente na vertente alimentar.

Por isso, disse que a organização vai continuar a praticar acções solidárias, com vista a ajudar as autoridades governamentais a resolver os problemas dos mais necessitados, sobretudo nesta fase de pandemia em que todos devem promover o espírito de solidariedade.

Já o director adjunto do centro de acolhimento de idosos da Chivela, Francisco Chimuco, que enalteceu o gesto solidário dos membros da cooperativa, realçou que acções do género devem ser promovidas sempre e por todos.

O responsável aproveitou a ocasião para informar que o centro está sem meio de transporte para apoiar as deslocações dos idosos, principalmente em casos de doença.

Localizado no bairro de São Pedro, arredores da cidade do Huambo, com 46 idosos, a instituição de carácter estatal tem a capacidade de albergar 86 pessoas em estado de vulnerabilidade ou abandono familiar.

Dos bens, consta farinha de milho (fuba), feijão, batata-doce, frutas diversas e legumes, além de atados de roupa usada.

A propósito, o presidente da cooperação, Rufino Tchilumbo Calala, disse que o gesto visou minimizar a carência com que os idosos do lar da Chivela se debatem, principalmente na vertente alimentar.

Por isso, disse que a organização vai continuar a praticar acções solidárias, com vista a ajudar as autoridades governamentais a resolver os problemas dos mais necessitados, sobretudo nesta fase de pandemia em que todos devem promover o espírito de solidariedade.

Já o director adjunto do centro de acolhimento de idosos da Chivela, Francisco Chimuco, que enalteceu o gesto solidário dos membros da cooperativa, realçou que acções do género devem ser promovidas sempre e por todos.

O responsável aproveitou a ocasião para informar que o centro está sem meio de transporte para apoiar as deslocações dos idosos, principalmente em casos de doença.

Localizado no bairro de São Pedro, arredores da cidade do Huambo, com 46 idosos, a instituição de carácter estatal tem a capacidade de albergar 86 pessoas em estado de vulnerabilidade ou abandono familiar.