Cooperativas de recolha de lixo recebem meios

Huambo – Duas cooperativas de catadores de resíduos sólidos da província do Huambo beneficiaram, esta quinta-feira, de novos equipamentos de trabalho, de higiene e segurança.

Trata-se de motorizadas de três rodas e outros equipamentos de trabalho, distribuídos pela ministra da Administração Publica, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias, no âmbito do Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade (PAPE), com foco na inserção social dos catadores de resíduos sólidos.

As cooperativas denominadas Pica e Luvli, com 30 membros cada, foram, igualmente, formadas em matéria de ambiente, gestão de negócio, higiene e segurança no trabalho, com o objectivo de melhorarem o saneamento básico no interior e nos arredores do Huambo.

A presidente do Conselho de Administração da Agência Nacional de Resíduos, Neuma Caetano, garantiu que outras cooperativas do género deverão ser contempladas, depois de identificadas, para contribuírem nas estratégias de melhoria da gestão ambiental e encontrem meios para o auto-emprego.

Para o efeito, fez saber que foi assinado um protocolo de cooperação, entre a Agência Nacional de Resíduos e o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), para a garantia, de forma conjunta, do apoio em termos de formação, organização e disponibilização de condições para o exercício adequado da actividade.

Já a governadora da província do Huambo, Lotti Nolika, enalteceu o projecto do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, salientando que vai contribuir na concretização dos desafios do Governo local de transformar a região em Capital Ecológica de Angola.

Ainda nesta província, a ministra Teresa Rodrigues Dias procedeu, igualmente, a entrega de kits profissionais e micro-créditos a mais de 160 jovens dos municípios do Bailundo e do Huambo.

Trata-se de motorizadas de três rodas e outros equipamentos de trabalho, distribuídos pela ministra da Administração Publica, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias, no âmbito do Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade (PAPE), com foco na inserção social dos catadores de resíduos sólidos.

As cooperativas denominadas Pica e Luvli, com 30 membros cada, foram, igualmente, formadas em matéria de ambiente, gestão de negócio, higiene e segurança no trabalho, com o objectivo de melhorarem o saneamento básico no interior e nos arredores do Huambo.

A presidente do Conselho de Administração da Agência Nacional de Resíduos, Neuma Caetano, garantiu que outras cooperativas do género deverão ser contempladas, depois de identificadas, para contribuírem nas estratégias de melhoria da gestão ambiental e encontrem meios para o auto-emprego.

Para o efeito, fez saber que foi assinado um protocolo de cooperação, entre a Agência Nacional de Resíduos e o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), para a garantia, de forma conjunta, do apoio em termos de formação, organização e disponibilização de condições para o exercício adequado da actividade.

Já a governadora da província do Huambo, Lotti Nolika, enalteceu o projecto do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, salientando que vai contribuir na concretização dos desafios do Governo local de transformar a região em Capital Ecológica de Angola.

Ainda nesta província, a ministra Teresa Rodrigues Dias procedeu, igualmente, a entrega de kits profissionais e micro-créditos a mais de 160 jovens dos municípios do Bailundo e do Huambo.