Cuanza Norte: Cidadã mata filho por desavenças conjugais

Ndalatando - Uma cidadã de 20 anos de idade foi detida hoje, quinta-feira, pela Polícia Nacional no município do Lucala, província do Cuanza Norte, acusada de ter morto o filho de seis meses de vida, após arremessá-lo duas vezes ao asfalto, na sequência de uma briga com o marido, que se recusava a prestar assistência ao menor.

Segundo um documennto policial, a que Angop teve acesso, o facto ocorreu no bairro Camagile, no município do Lucala, onde a cidadã foi detida imediatamente pela Polícia Nacional, aguardando a sua apresentação ao Ministério Público, para os devidos procedimentos legais.

 

O sociólogo Lubiavanga Tonico repudiou a acção e considerou importante que haja mais amor e união nas famílias.

 

O informe policial realça igualmente a detenção de um cidadão de 35 anos de idade, acusado do roubo de 171 metros de cabos eléctricos da rede de iluminação pública na sede do município do Lucala, deixando a circunscrição às escuras.

Dados da corporação indicam ainda o registo de 51 crimes durante a semana de 8 a 14 de Fevereiro (mais 10 em relação aos sete dias precedentes), dos quais 35 foram esclarecidos, representando o alcance de uma operatividade policial na ordem dos 67 por cento.

 

Entre os crimes registados, a fonte destaca 24 furtos, 20 ofensas corporais e três roubos, sendo os municípios de Cazengo, com 38 crimes registados, e Lucala, com quatro, os mais delituosos na semana em análise.

 

No cômputo da sinistralidade rodoviária, refere, foram registados cinco acidentes de viação ( menos três em relação à semana anterior), com saldo de um morto (- dois)  e dez feridos (- três) . O  excesso de velocidade foi a principal causa dos mesmos.

 

Fruto das infracções de trânsito arroladas, foram aplicadas 383 multas, avaliadas em mais de seis milhões de kwanzas e, como consequência, apreendidos diversos documentos, com realce para 112 cartas de condução e 125 títulos de registo de propriedade.

 

 

 

Segundo um documennto policial, a que Angop teve acesso, o facto ocorreu no bairro Camagile, no município do Lucala, onde a cidadã foi detida imediatamente pela Polícia Nacional, aguardando a sua apresentação ao Ministério Público, para os devidos procedimentos legais.

 

O sociólogo Lubiavanga Tonico repudiou a acção e considerou importante que haja mais amor e união nas famílias.

 

O informe policial realça igualmente a detenção de um cidadão de 35 anos de idade, acusado do roubo de 171 metros de cabos eléctricos da rede de iluminação pública na sede do município do Lucala, deixando a circunscrição às escuras.

Dados da corporação indicam ainda o registo de 51 crimes durante a semana de 8 a 14 de Fevereiro (mais 10 em relação aos sete dias precedentes), dos quais 35 foram esclarecidos, representando o alcance de uma operatividade policial na ordem dos 67 por cento.

 

Entre os crimes registados, a fonte destaca 24 furtos, 20 ofensas corporais e três roubos, sendo os municípios de Cazengo, com 38 crimes registados, e Lucala, com quatro, os mais delituosos na semana em análise.

 

No cômputo da sinistralidade rodoviária, refere, foram registados cinco acidentes de viação ( menos três em relação à semana anterior), com saldo de um morto (- dois)  e dez feridos (- três) . O  excesso de velocidade foi a principal causa dos mesmos.

 

Fruto das infracções de trânsito arroladas, foram aplicadas 383 multas, avaliadas em mais de seis milhões de kwanzas e, como consequência, apreendidos diversos documentos, com realce para 112 cartas de condução e 125 títulos de registo de propriedade.