Cuanza Norte: Kwenda beneficia mais de mil agregados familiares

Ndalatando - Mil, quinhentos e vinte chefes de agregado familiar carenciados, no município do Quiculungo, Cuanza Norte, beneficiaram do Programa de Transferências Sociais Monetárias (Kwenda).

Cada família beneficiou de um valor trimestral de 25 mil e 500, correspondente a oito mil e 500 kwanzas mensal.

 Até ao momento foram desembolsados 38 milhões 760 mil  kwanzas.

Segundo o governador provincial, Adriano Mendes de Carvalho, que falava sobre a  situação política e social da província, o programa terá sequência nos municípios de Ambaca e Golungo Alto.

Os pagamentos são feitos por telefone, através de um código enviado por mensagem ao beneficiário, com o qual se dirige a um agente autorizado da Unitel, no município, para o levantamento do dinheiro.

O programa Kwenda tem a duração de três anos e abrange quatro componentes: Transferências Sociais Monetárias; Inclusão Produtiva; Municipalização da Acção Social e, por último, o reforço do Cadastro Social Único.

Situado a 190 quilómetros de Luanda (capital do país), o Cuanza Norte tem como capital a cidade de Ndalatando e compreende dez municípios, numa extensão territorial de 20.252 quilómetros quadrados.

 

 

Cada família beneficiou de um valor trimestral de 25 mil e 500, correspondente a oito mil e 500 kwanzas mensal.

 Até ao momento foram desembolsados 38 milhões 760 mil  kwanzas.

Segundo o governador provincial, Adriano Mendes de Carvalho, que falava sobre a  situação política e social da província, o programa terá sequência nos municípios de Ambaca e Golungo Alto.

Os pagamentos são feitos por telefone, através de um código enviado por mensagem ao beneficiário, com o qual se dirige a um agente autorizado da Unitel, no município, para o levantamento do dinheiro.

O programa Kwenda tem a duração de três anos e abrange quatro componentes: Transferências Sociais Monetárias; Inclusão Produtiva; Municipalização da Acção Social e, por último, o reforço do Cadastro Social Único.

Situado a 190 quilómetros de Luanda (capital do país), o Cuanza Norte tem como capital a cidade de Ndalatando e compreende dez municípios, numa extensão territorial de 20.252 quilómetros quadrados.