Mais de 18 mil habitantes privados de água potável no Dondo

  • Chuva provoca estragos na cidade do Dondo (Cuanza Norte)
Dondo- Mais de 18 mil habitantes, na cidade do Dondo, província do Cuanza Norte, estão privados do abastecimento da água potável desde sábado, em consequência da destruição de uma conduta sobre o rio Capacala, causada pela chuva.

De acordo com o  director municipal de Cambambe de Energia e Água, Hermínio Diogo António Félix, em declarações, nesta terça-feira, à ANGOP, a chuva provocou a destruição de uma secção de 15 metros da conduta que transporta água da captação no rio Cuanza a Estação de  Tratamento e Distribuição à cidade do Dondo e  bairros adjacentes.

Uma equipa técnica está a trabalhar na reparação da conduta, prevendo-se para sexta-feira a  reposição do abastecimento de água.

O abastecimento de água está a ser feito  provisoriamente com o recurso a um camião cisterna de 30 mil litros da Administração Municipal.

Além do abastecimento da água, os habitantes do bairro Cahoio e da zona 1 do bairro Cacesse estão também privados do fornecimento de energia eléctrica devido a destruição de um posto transporte de energia de média tensão.

Sem avançar data, Hermínio Félix informou que a administração já está  a trabalhar para a reposição do posto danificado e do fornecimento da energia as áreas afectadas.

A sede municipal de Cambambe tem uma população estimada em 57 mil habitantes, sendo que cerca de 18 mil beneficiam de água potável, através de ligações domiciliares e chafarizes.

A cidade do Dondo regista também escassez no abastecimento de gasolina, há  24 horas, nas  três bombas que estão a comercializar apenas gasóleo.

Para fazer fase a escassez, os automobilistas estão a recorrer ao mercado parelelo, onde um litro de gosolina está a ser comercializado entre 300 a 350 kwanzas. O preço oficial é de 160 kwanzas o litro.

 

De acordo com o  director municipal de Cambambe de Energia e Água, Hermínio Diogo António Félix, em declarações, nesta terça-feira, à ANGOP, a chuva provocou a destruição de uma secção de 15 metros da conduta que transporta água da captação no rio Cuanza a Estação de  Tratamento e Distribuição à cidade do Dondo e  bairros adjacentes.

Uma equipa técnica está a trabalhar na reparação da conduta, prevendo-se para sexta-feira a  reposição do abastecimento de água.

O abastecimento de água está a ser feito  provisoriamente com o recurso a um camião cisterna de 30 mil litros da Administração Municipal.

Além do abastecimento da água, os habitantes do bairro Cahoio e da zona 1 do bairro Cacesse estão também privados do fornecimento de energia eléctrica devido a destruição de um posto transporte de energia de média tensão.

Sem avançar data, Hermínio Félix informou que a administração já está  a trabalhar para a reposição do posto danificado e do fornecimento da energia as áreas afectadas.

A sede municipal de Cambambe tem uma população estimada em 57 mil habitantes, sendo que cerca de 18 mil beneficiam de água potável, através de ligações domiciliares e chafarizes.

A cidade do Dondo regista também escassez no abastecimento de gasolina, há  24 horas, nas  três bombas que estão a comercializar apenas gasóleo.

Para fazer fase a escassez, os automobilistas estão a recorrer ao mercado parelelo, onde um litro de gosolina está a ser comercializado entre 300 a 350 kwanzas. O preço oficial é de 160 kwanzas o litro.