Inaugurada ponte sobre rio Cariombua no Cuanza Norte

Ndalatando - A ponte sobre o rio Cariombua (município de Lucala) e o sistema de energia eléctrica do Quilómetro 34 (em Cambambe), na província do Cuanza Norte, foram inaugurados esta quinta-feira, no âmbito das comemorações do dia da independência nacional, assinalado a 11 de Novembro.

Com 11 metros de comprimento e cinco de largura, a ponte de betão armado tem capacidade para suportar 60 toneladas de peso, enquanto o sistema de distribuição de energia eléctrica possui 630 quilowatts de potência.

O novo sistema eléctrico tem capacidade de fornecer energia a mais de cinco mil famílias.

Ambas obras duraram três meses e foram inauguradas pelo governador provincial do  Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho.

O primeiro projecto abarcou, também, a terraplanagem de 19 quilómetros de estrada e a construção de seis passagens hidráulicas na mesma via. As infra-estruturas permitem o acesso entre as localidades de Dundo-Ya-Mutulu, Kissuba, Cariombua e a sede municipal. Custaram 157 milhões e 600 mil kwanzas.

Já o equipamento eléctrico, de 24 milhões de kwanzas, contempla uma rede de baixa tensão de mil metros e outra de média tensão de 500 metros, além de 14 postos de iluminação pública. Numa primeira fase, foram electrificadas 100 das 800 residências cadastradas.

As infra-estruturas inserem-se no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) e no Programa Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza.

Desde 2017, o programa de electrificação contemplou já as localidades de Cassoalala, Aldeia Nova, Quilómetro 13 e Kiombe, incluindo a sede comunal. Beneficiou perto de 12 mil e 500 pessoas, dos cerca de 24 mil habitantes da comuna.

 

 

 

 

Com 11 metros de comprimento e cinco de largura, a ponte de betão armado tem capacidade para suportar 60 toneladas de peso, enquanto o sistema de distribuição de energia eléctrica possui 630 quilowatts de potência.

O novo sistema eléctrico tem capacidade de fornecer energia a mais de cinco mil famílias.

Ambas obras duraram três meses e foram inauguradas pelo governador provincial do  Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho.

O primeiro projecto abarcou, também, a terraplanagem de 19 quilómetros de estrada e a construção de seis passagens hidráulicas na mesma via. As infra-estruturas permitem o acesso entre as localidades de Dundo-Ya-Mutulu, Kissuba, Cariombua e a sede municipal. Custaram 157 milhões e 600 mil kwanzas.

Já o equipamento eléctrico, de 24 milhões de kwanzas, contempla uma rede de baixa tensão de mil metros e outra de média tensão de 500 metros, além de 14 postos de iluminação pública. Numa primeira fase, foram electrificadas 100 das 800 residências cadastradas.

As infra-estruturas inserem-se no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) e no Programa Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza.

Desde 2017, o programa de electrificação contemplou já as localidades de Cassoalala, Aldeia Nova, Quilómetro 13 e Kiombe, incluindo a sede comunal. Beneficiou perto de 12 mil e 500 pessoas, dos cerca de 24 mil habitantes da comuna.